17/09/2017 às 21h27min - Atualizada em 17/09/2017 às 21h27min

Seleção de Canaã empata com Marabá na abertura do Copão

Com jogo duríssimo, desfalques e críticas à arbitragem, empate sai de bom tamanho para as duas equipes

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Começou a competição mais aguardado do ano no futebol regional. É a Copa Sul do Pará, que volta após um ano de paralisação. Já na abertura, o jogo do atual campeão, Canaã dos Carajás, contra uma das equipes mais tradicionais e badaladas da competição, Marabá. O estádio Benezão foi o palco da abertura do Copão e o público compareceu em peso para torcer para o time local. Algumas autoridades estiveram presentes, entre elas o prefeito Jeová Andrade, o vice Alexandre Pereira, os vereadores Rael da Marcenaria e Baiano do Hospital, além do presidente da Federação Paraense de Futebol, Adelcio Magalhães Torres.
 
A disputa foi duríssima. A seleção de Marabá, mesmo fora de casa, partiu para cima do adversário já nos primeiros minutos de jogo. Mesclando a experiência de velhos conhecidos da torcida marabaense com a juventude de revelações da primeira divisão do campeonato de lá, a equipe da cidade localizada às margens do Rio Tocantins, deu um verdadeiro sufoco no time local.


 
Apesar da boa movimentação, do volume de jogo e do perigo que levou à defesa do adversário, a seleção marabaense viu Canaã sair na frente do placar. Aos 31 minutos, após contra-ataque rápido, o juiz marcou pênalti em cima do jogador canaense. O atacante Cleufane, camisa 9, foi para a cobrança e não desperdiçou. A torcida local vibrou com a abertura do placar. A falta marcada gerou muita polêmica e críticas à arbitragem por parte de Marabá.
 
Depois do intervalo, a equipe visitante veio ainda mais forte para o jogo. Com muita velocidade pelas alas e várias bolas levantadas na área, uma verdadeira blitz aconteceu contra Canaã. Após diversas chances de gol, o centroavante Jhone Santos mandou a bola para o barbante e deixou tudo igual no placar, aos 25 minutos.


 
Ainda pressionando bastante, Marabá reclamou de um pênalti não marcado pelo juiz. Já no finalzinho da partida, a seleção visitante teve a chance da virada, mas o goleiro Abraão fez uma grande defesa e salvou Canaã do vexame em casa. Aos 48, o a partida foi encerrada pelo árbitro Jânio Pereira.


 
O treinador da equipe local, Biro-Biro falou sobre a partida: “Para nós, que estamos jogando em casa o resultado é mais negativo. Mas, por se tratar de estreia, foi bom para o meu elenco. Estamos sem cinco jogadores importantes, todos titulares. Abrimos mão deles por causa do Campeonato Municipal, para não prejudicar as equipes na competição. Mas mesmo assim não vamos usar essa desculpa, pois temos um elenco bem qualificado. A Seleção de Marabá não é boba e o empate foi de bom tamanho para nós, por tudo que aconteceu no jogo e também pelos desfalques.”
 
Já o treinador Nenê Saraiva, de Marabá, se mostrou insatisfeito com o placar: “Nossa partida foi muito boa. Era para a gente ter saído na frente, no placar, pelo menos umas três vezes. Infelizmente o juiz não acompanhou de perto os lances, não viu e deixou de marcar um pênalti claro para nós e marcou um para eles que nunca existiu. O placar não foi justo, saímos no prejuízo, tivemos muitas chances de gol e no finalzinho tivemos uma chance de matar o jogo, mas a equipe está de parabéns. Jogamos fora de casa, viajamos por quatro horas até aqui e acho que por tudo isso é um bom resultado.”
 
Adelcio Torres falou sobre a abertura da competição: “Nós viemos aqui para Canaã para a estreia da competição. Este foi um jogo bem disputado, bem igual. A gente está prestigiando aqui esse evento, pois é um evento da Federação, junto com os nossos filiados. O esporte é que faz tirar os jovens da rua, o esporte está no sangue de todos nós e acredito que este campeonato será o melhor de todos os tempos. Marabá e Canaã já pode ser considerado um clássico e já uma final antecipada, por que não?”


 
Jeová Andrade falou sobre a participação de Canaã no Copão: “Estamos torcendo, logicamente, para a seleção de Canaã. Mas o importante é que todos os times vão participar e só de estar na competição já é uma grande vitória. Vamos torcer que este seja um Copão abençoado, que os times possam chegar à final com saúde, com paz e que seja campeão o melhor. É claro que estamos torcendo para a vitória do nosso time, mas se não for já é campeão por estar participando. Parabéns aos esportistas e à imprensa pela cobertura dos jogos.”


 
Escalação:
 
Seleção de Canaã: Abraão; Ozath, Leandro, Sávio, Rafael Henrique, José Ribamar, Ivon Lucas, Cosmo Souza, Cleufane, André Matos e Alan Junior;


 
Seleção de Marabá: Waldeir; Pablo Makalyster, Bysmarck, José Wilson, Max Leandro, Marcondes, Daniel, Pedro Henrique, Jhone, Deivid e Jhonatan;


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »