15/06/2020 às 20h28min - Atualizada em 15/06/2020 às 20h28min

Em Canaã dos Carajás, Igreja Católica continuará sem realizar missas

Apesar do decreto municipal, que libera a abertura de igrejas ao público, a Diocese de Marabá entende que a taxa de infecção e o número de mortos ainda é alto na região de Carajás

Informações: Blog do Zé Dudu

O Bispo da Diocese de Marabá, Dom Vital Coberllini, disse que as Igrejas Católicas na região sudeste do Pará vão permanecer fechadas para o público, inclusive em Canaã dos Carajás, onde o decreto da prefeitura liberou as atividades religiosas. Para o Bispo, o número de mortes e infectados ainda é alto na região de Carajás.

Dom Coberllini aguarda um novo posicionamento do Governo do Estado sobre a classificação das regiões, de acordo com o risco de contágio da covid-19. “Vamos aguardar mais alguns dias. Estamos ainda na bandeira vermelha. Deveremos aguardar ainda uma comunicação do Governo do Estado do Pará, para sair do vermelho para a laranja. Acreditamos que deverá ser nos próximos dias ou nas próximas semanas”, disse o Bispo que enfatiza que o momento agora é de prudência. “Por enquanto não é possível abrir as igrejas na condição atual. O número é alto de mortes e de infectados. Devemos primar pela vida de todas as pessoas sobre interesses pessoais ou econômicos”.

Decreto nº 1150

De acordo com o decreto municipal, assinado pelo prefeito Jeová Andrade, as igrejas e templos religiosos podem reiniciar suas atividades a partir desta segunda-feira, 15. Mas precisam atender as seguintes normativas:

– Instalar na entrada dispositivo de barreira sanitária, com álcool gel a 70% para higiene das mãos de todos que forem adentrar ao recinto;

– deve haver, representantes da instituição orientando as pessoas sobre a acomodação dentro do local;

– os voluntários e/ou funcionários que realizarem o controle do fluxo de pessoas devem utilizar máscara, que não devem ser utilizadas por um período superior a 3 horas ininterruptas, devendo após esse período ou sempre que estiverem úmidas, com sujeira aparente ou danificada, serem higienizadas ou substituídas;

– deve ser realizada a aferição de temperatura corporal na entrada do templo ou salão, mediante utilização de termômetro infravermelho, e aqueles que não se encontrarem com a temperatura corporal dentro da normalidade, apresentando estado febril (temperatura corporal maior ou igual a 37,8ºC) deverão ter a entrada recusada.

– as reuniões devem obedecer ao limite máximo de 50% da capacidade normal de cada local;

– o distanciamento entre uma pessoa e outra deve ser de no mínimo 1,5m;

– deve haver marcação clara nos bancos ou cadeiras indicando os assentos que não poderão ser ocupados;

– romarias e/ou eventos “a céu aberto” ficam suspensos, considerando a dificuldade de cumprimento das medidas sanitárias e controle da aglomeração;

na entrada do templo ou salão deve estar fixada cópia do decreto com as normas de funcionamento;

– deve ser afixado na entrada e no interior instruções sobre higiene das mãos e forma de prevenção e contágio do coronavirus (COVID-19);

A prefeitura também recomenda que durante a realização de atividades como celebração de missas, por exemplo, as igrejas orientem as pessoas do grupo de risco como idosos, gestantes, portadores de doenças crônicas evitem participar dos eventos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »