03/06/2020 às 15h00min - Atualizada em 03/06/2020 às 15h00min

Com mais de mil casos confirmados de Covid-19, prefeitura, Polícia Militar e Detran vão às ruas fiscalizar população em Canaã dos Carajás

Ainda considerada zona de risco, Canaã dos Carajás vê os casos do novo coronavírus se multiplicarem. População, no entanto, descumpre recomendações de isolamento social e até ignora o uso de máscaras

- Jornal In Foco

A prefeitura de Canaã dos Carajás e a Polícia Militar vão intensificar a fiscalização, em todo o âmbito do município, para o cumprimento do decreto municipal de enfrentamento ao coronavírus. Desde o dia 25 de maio, está em vigor um novo documento, que flexibilizou o funcionamento de atividades não essenciais, mas com o cumprimento de medidas sanitárias e de distanciamento.

Vale lembrar que o programa Retoma Pará, anunciado pelo governo do Estado para a retomada gradual das atividades, ainda considera a região de Carajás, Canaã inclusa, como zona de risco. Portanto, até o momento, as atividades comerciais devem seguir os horários e critérios estabelecidos pelo decreto municipal.

Apenas Belém e região metropolitana, além da região do Araguaia, tem retorno previsto e gradual de todas as atividades. A mudança da classificação em Canaã depende da redução do número de casos e, portanto, do comportamento de toda a população.

“Solicitamos mais uma vez à população que saia somente quando necessário, utiliza máscaras e evite aglomerações”, pediu o comandante do policiamento em Canaã, Tenente Guimarães, após reunião com as autoridades do município para definir as estratégias de fiscalização.

O prefeito Jeová Andrade também pediu o apoio da população para que as medidas de enfrentamento possam ter efetividade. “Nós não podemos continuar aceitando a aglomeração de pessoas. Esperamos que todos possam contribuir nesse momento”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »