29/01/2020 às 14h26min - Atualizada em 29/01/2020 às 14h26min

Paulo Coelho estava escrevendo livro infantil com Kobe Bryant: “Perdeu o sentido”

Ex-jogador de basquete morreu em um acidente aéreo. Paulo Coelho afirmou que irá apagar o rascunho da obra

- Jornal In Foco
Mais Goiás
O escritor Paulo Coelho, 72 anos, revelou no Twitter que estava trabalhando em um livro infantil junto com o ex-jogador Kobe Bryant, morto em acidente aéreo no último domingo (26). O brasileiro publicou um print de uma conversa com o astro do basquete, do final de agosto do ano passado.

“Vamos escrever um livro juntos”, sugeriu Kobe. Ele foi respondido pelo escritor que “poderiam começar a qualquer momento”.

Paulo Coelho afirmou que já estava trabalhando na obra, mas que irá apagar o rascunho. “Você foi mais do que um grande jogador, querido Kobe Bryant. Eu aprendi muito interagindo com você. Vou deletar o rascunho agora mesmo, este livro perdeu a razão de existir”, escreveu o autor de O Alquimista.

“Isso não me impede de escrever algum dia sobre coisas que aprendi do Kobe e o quão importante ele era. Mas o livro infantil não faria mais sentido”, afirmou Paulo Coelho em entrevista à Associated Press.

Em 2018 Kobe Bryant publicou a autobiografia “The Mamba Mentality: How I Play” (A Mentalidade Mamba: Como eu jogo). O ídolo do basquete também já recebeu um Oscar pelo curta Dear Basketball. Ele escreveu e narrou a película, desenhado por Glen Keane, da Disney.



Morte de Kobe Bryant

O ex-jogador de basquete morreu em acidente de helicóptero no último domingo (26) em Calabasas, Califórnia (EUA). A filha de Kobe, Gianna Maria Onore, de 13 anos, que seguia os passos do pai no esporte, também morreu na queda.
 
O acidente vitimou outras sete pessoas. O grupo viajava para uma partida do time da academia de Bryant, a Mamba Sports.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »