31/08/2017 às 00h54min - Atualizada em 31/08/2017 às 00h54min

Sessão Ordinária do Legislativo: clima quente, indignação de servidores e recorde de público

Com a plenária lotada, vereadores aprovam indicações e comentam o polêmico Projeto de Lei 030/2017

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Fotos: Ricardo Mesquita
Gritos, questionamentos e muita revolta marcam a 25ª Sessão Ordinária do Legislativo em 2017. Servidores municipais de Canaã dos Carajás lotaram a plenária da Câmara ainda em protesto contra o pacote de ajustes proposto pelo governo. O Projeto de Lei de número 030/2017 prevê cortes em benefícios já conquistados pelo trabalhador municipal e, segundo o executivo, serve como uma medida para contingenciamento de gastos do poder público. Durante toda a terça (29) e quarta-feira (30) os servidores municipais protestaram contra a medida e na manhã de quarta foram informados que o projeto não seria nem sequer apresentado na Casa de Leis. Apesar da vitória parcial, os funcionários públicos lotaram a sede do poder legislativo. Quem escolheu chegar na sessão um pouco depois das 18 horas teve dificuldades até para entrar na plenária. Mostrando força, o funcionalismo público canaense deixou claro o recado: haverá greve, caso o projeto continue em tramitação.


 
Representando a classe, Francisco Neto, enfermeiro e representante do Sindicato dos Enfermeiros do Pará, falou por sete minutos durante o grande expediente e foi aplaudido de pé pelos colegas. “Chegando aqui hoje, fiquei sabendo que já tem outro projeto que corta benefícios tramitando na casa. Eles estão brincando com a gente. O desrespeito com o servidor está grande” afirmou o trabalhador. Os parlamentares assistiram atônitos ao discurso de Francisco, que continuou falando: “O servidor está no trabalho cabisbaixo. Eu sou concursado para ter estabilidade e não para ficar sem saber se vou conseguir pagar as contas no final do mês.”
 

Francisco Neto: "Eles estão brincando com a gente."

Após a fala do servidor, o presidente Junior Garra (PR) fez o uso da palavra em tribuna. O parlamentar criticou alguns pontos da revolta dos servidores: “Quem me conhece, sabe que eu sou sincero. Estou sentindo certa injustiça por parte de vocês com os vereadores. Todos nós estamos do lado de vocês. Se tivéssemos aprovado, vocês teriam toda a razão em vaiar. Jamais me coloquei a favor do projeto.” Apesar de criticado, Junior Garra manteve a sua postura e lembrou aos trabalhadores manifestantes que em todos os momentos do protesto esteve ao lado deles, recebendo-os e se colocando à disposição para o diálogo. Ao fim, o parlamentar acabou sendo aplaudido pelos presentes.


Junior Garra: "Jamais me coloquei a favor do projeto."
 
Wilson Leite (PDT) mostrou total apoio à causa e fez duras críticas ao planejamento do governo Jeová. De acordo com o legislador, o prefeito, como todo bom gestor, deveria ter se preparado para o fim do período de implantação do projeto S11D. Gesiel Ribeiro (PHS) também se mostrou favorável às reivindicações dos trabalhadores: “Eu sei o que vocês estão sentindo. Entendo o lado de vocês, pois o político não tem passado credibilidade. O que eu tenho visto é que a gestão não tem olhado para quem passa fome. Será que reduzir os ganhos do funcionário público vai resolver o problema? A bancada do PHS está do lado de vocês!”


Wilson Leite: "O prefeito, como todo bom gestor, deveria ter se preparado"



Gesiel: "A bancada do PHS está do lado de vocês!" 

Rael da Marcenaria (PHS) completou a fala de Gesiel e também disse apoiar a luta do funcionalismo público. Vânia Mascarenhas (PDT), em mais um discurso inflamado, arrancou aplausos do público: “Querem enfiar esse projeto goela abaixo. Aqui não! Jamais vou me posicionar contra vocês. Eu estou do lado do povo. Ninguém aqui vai votar projeto no escuro. Os servidores carregam essa cidade nas costas.”


Rael disse apoiar a luta do funcionalismo público



Vânia: "Querem enfiar esse projeto goela abaixo. Aqui não!"

Baiano do Hospital (PHS) mandou um recado para o gestor municipal: “Senhor prefeito, aqui não tem nenhum vereador contra você, mas sim contra a sua assessoria. Essa assessoria do senhor é sem planejamento, se tivesse, nada disso estaria acontecendo. Todo projeto que vier para prejudicar o povo, não vai passar por essa casa. Eu estou do lado de vocês.”
 
O líder do governo na Câmara, Dionísio Coutinho (PSC), acalmou os ânimos com tranquilidade e coerência em sua fala: “A manifestação é natural. Sou líder do governo, mas isso não quer dizer que não vou questionar. Nós não somos inimigos de vocês, não somos vilões. O governo também não é inimigo, vamos evitar a hostilidade e promover o diálogo. Já Anderson Mendes (PTB), falou sobre as contratações feitas pelo governo, mesmo em meio às ameaças de redução salarial. “Os problemas foram criados pelo próprio prefeito” afirmou.


Dionísio: "Não somos inimigos de vocês"



Anderson: "Os problemas foram criados pelo próprio governo."
 
Quem também fez o uso da tribuna foi o presidente da Associação de Moveleiros de Canaã dos Carajás, Gildenor Oliveira. Na ocasião, o empreendedor pediu apoio ao poder legislativo para a criação do distrito industrial, que abrigará os empreendedores do segmento. De acordo com ele, a Associação foi criada para ajudar os empreendimentos do setor e o apoio dos vereadores seria fundamental para avanços no ramo. “Estou aqui hoje para pedir o apoio para a implantação da nossa serraria, todos ganharão: as classes e também o comércio local.” Todos os vereadores se mostraram favoráveis à luta de Gildenor.


Gildenor pede apoio aos vereadores para o Polo Moveleiro
 
Indicações aprovadas
 
Indicação 073/2017 – De autoria do vereador Baiano do Hospital, solicita ao executivo que construa calçadas nas ruas de acesso aos bairros Paraíso das Águas e Novo Brasil, bem como a criação de faixas para pedestres e sinalização na Avenida Pará.
 
Indicação 074/2017 – De autoria da vereadora Vânia Mascarenhas, solicita ao executivo que reforme a Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Teotônio Vilela.
 
Ambas as indicações foram aprovadas por unanimidade.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »