09/01/2020 às 10h11min - Atualizada em 09/01/2020 às 10h11min

Andressinha deixa o Portland Thorns para retornar ao futebol brasileiro

Volante da seleção, que estava nos Estados Unidos desde 2015, ainda não anunciou seu próximo clube mas nota oficial do Thorns indica que ela voltará ao Brasil

- Jornal In Foco
Globo Esporte
Andressinha deixa o Portland Thorns para retornar ao futebol brasileiro — Foto: Twitter/Portland Thorns
Depois de quatro anos e meio atuando nos Estados Unidos, a volante Andressinha, da seleção brasileira, voltará a atuar no Brasil. Nesta quarta-feira, o Portland Thorns anunciou a saída da jogadora, que vai revelar nos próximos dias o clube que defenderá em 2020.

Andressinha chegou aos Estados Unidos em 2015 para jogar no Houston Dash, e depois defendeu o Portland Thorns por duas temporadas. Em 2019, sua equipe chegou à semifinal da National Women's Soccer League mas foi eliminada pelo Chicago Red Stars.
 
- Para toda a comissão técnica, minhas colegas e a torcida de Portland, vocês me acolheram de coração durante meu tempo no clube. Mesmo estando a milhares de quilômetros das pessoas que eu amo, vocês me fizeram me sentir em casa. Obrigado por todo apoio - afirmou Andressinha na nota oficial de despedida do Portland Thorns.
 
Embora o destino da jogadora ainda não seja conhecido, o próprio Portland Thorns anunciou o retorno da volante de 24 anos para o Brasil na nota oficial publicada nesta quarta sobre a rescisão contratual.
 
- Eu dou total apoio ao seu retorno ao Brasil em busca de ter mais tempo em campo - afirmou o gerente geral para o futebol do Thorns FC, Gavin Wilkinson.
 
O técnico do Portland Thorns, Mark Parsons, também apoiou a decisão da jogadora, que rescindiu seu contrato amigavelmente com o clube americano.
 
- Andressinha é uma jogadora e uma pessoa fantástica, que foi muito importante para o nosso clube nos últimos dois anos. Eu agradeço a ela pelo seu comprometimento. Estou empolgado para vê-la de volta ao Brasil e espero que tenha uma preparação fantástica para as Olimpíadas - afirmou Parsons na nota oficial.
 
Andressinha disputou as últimas duas Copas do Mundo pela seleção brasileira (Alemanha-2015 e França-2019) e esteve presente na equipe quarta colocada nos Jogos Olímpicos do Rio-2016. A volante disputou três amistosos sob o comando da técnica Pia Sundhage ano passado: entrou no intervalo na goleada por 4 a 0 sobre o Canadá, em um torneio disputado na China, em novembro, e foi titular nos dois amistosos contra o México, em dezembro, nas goleadas por 6 a 0, na Arena Corinthians, e 4 a 0, na Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »