08/01/2020 às 08h07min - Atualizada em 08/01/2020 às 08h07min

Carmelo Anthony decide, e Trail Blazers vencem o Toronto Raptors em virada espetacular

Lillard faz começo ruim de parte, mas aparece no fim para decidir, enquanto veterano é o grande pontuador da equipe, mantendo Portland vivo

- Jornal In Foco
Globo Esporte
Foto: Vaughn Ridley/Getty Images
Portland Trail Blazers e Toronto Raptors protagonizaram um jogaço nesta noite da NBA, com vitória dos Blazers por 101 x 99, com direito a virada nos últimos segundos. Os dois pontos que decidiram o confronto foram a maior vantagem da equipe visitante na partida, que foi dominada por Toronto durante quase todo o tempo.

Kyle Lowry foi o maestro do ataque dos Raptors, terminando com 24 pontos e 10 assistências, ao lado de Serge Ibaka, que terminou o jogo com um duplo-duplo, assim como Lowry, de 17 pontos e 11 rebotes. Pelo lado dos Blazers, o veterano Carmelo Anthony foi o principal responsável pelas cestas, anotando 28, sendo a última delas a 3,3 segundos do fim para alcançar a virada.
 
Os atuais campeões da NBA terá ponto tempo para descansar. Nesta quarta-feira, o time volta à quadra para enfrentar o Charlotte Hornets, às 21h, em Toronto. Já os Trail Blazers ganham um dia de folga para voltar pra casa, onde enfrentam o Minnesota Timberwolves na quinta-feira, às 22h.

Kyle Lowry e Carmelo Anthony foram os principais destaques em quadra — Foto: Ron Turenne/NBAE via Getty Images

Kyle Lowry e Carmelo Anthony foram os principais destaques em quadra — Foto: Ron Turenne/NBAE via Getty Images


 
O jogo

Sem VanVleet, Siakam e Gasol, os Raptors tinham apenas Lowry e Ibaka, entre os principais jogadores da equipe, em quadra. E os dois veteranos corresponderam na partida. No começo, os Trail Blazers conseguiram se manter empatados, principalmente nas mãos de Carmelo Anthony, mas aos poucos os donos da casa abriram ligeira vantagem antes do fim do primeiro quarto.

Damian Lillard era a grande decepção na partida. A sete minutos do fim do segundo quarto, o armador tinha um total de 0 pontos e 0 rebotes, apenas três assistências. Ainda no segundo período, Toronto chegou a ter uma vantagem de 14 pontos e viu Portland ensaiar uma reação, mas conseguiu se reencontrar e levou 10 pontos de frente para os vestiários.

Serge Ibaka foi importante tanto no ataque quanto na defesa — Foto: Vaughn Ridley/Getty Images

Serge Ibaka foi importante tanto no ataque quanto na defesa — Foto: Vaughn Ridley/Getty Images


 
A conversa com o treinador no vestiário teve algum efeito para Damian Lillard, que tinha apenas um ponto até o começo do terceiro quarto, mas não muito para a equipe de Portland. Carmelo Anthony manteve os visitantes vivos na partida, mas Kyle Lowry não dava sossego para a defesa.
 
Se Lillard decepcionava durante o jogo, o camisa 0 apareceu na hora decisiva. A menos de 40 segundos do fim do jogo, foi dela a bola decisiva de três pontos que empatou a partida, quase do meio da quadra, encerrando o confronto com 20 pontos totais.
 
Coube a Carmelo Anthony a bola decisiva, e ele não tremeu, colocou o time visitante na frente à menos de quatro segundos do fim, sem tempo para uma reação dos mandantes.
 
Campanhas

 
Raptors: 24v, 13d (4º do Leste)
Trail Blazers: 16v, 22d (9º do Oeste)
 
Também de virada, Detroit Pistons bate Cleveland Cavaliers


Andre Drummond foi protagonista pelos Pistons — Foto: Jason Miller/Getty Images

Andre Drummond foi protagonista pelos Pistons — Foto: Jason Miller/Getty Images


 
O tema da noite na NBA é: VIRADA! Assim como o Portland, o Detroit Pistons também foi buscar o placar adverso jogando fora de casa.
 
Sob o comando de Andre Drummond, que teve 23 pontos e, impressionantes, 20 rebotes, e Tony Snell, com 18 pontos, a equipe venceu por 115 x 113, tendo a maior vantagem de dois pontos no confronto. Pelo Cleveland, Kevin Love até tentou garantir a vitória, anotando 30, mas não conseguiu.
 
Campanhas
 

Pistons: 14v, 24d (10º do Leste)
Cavaliers: 10v, 27d (14º do Leste)
 
Na prorrogação, Oklahoma City Thunder passa pelo Brooklyn Nets

Chris Paul em ação contra o Brooklyn Nets — Foto: Nathaniel S. Butler/NBAE via Getty Images

Chris Paul em ação contra o Brooklyn Nets — Foto: Nathaniel S. Butler/NBAE via Getty Images


 
Em Brooklyn também teve virada, mas o Thunder precisou de um pouco mais de tempo para isso. A equipe perdia para os Nets, mas conseguiu forçar a prorrogação e lá dominou o adversário, cedendo apenas dois pontos, enquanto fez oito, encerrando o confronto em 111 x 103.
 
Chris Paul foi o cestinha da partida, com 28, e teve bastante ajuda de Shai Gilgeous-Alexander, que anotou 22 por Oklahoma. Do lado dos Nets, Taurean Prince foi protagonista, com 21 pontos.
 
Campanhas
 
Thunder: 21v, 16d (7º do Oeste)
Nets: 16v, 20d (8º do Leste)
 
Ja Morant comanda Memphis Grizzlies em vitória sobre os Timberwolves

Ja Morant está na briga pelo prêmio de calouro da temporada — Foto: Joe Murphy/NBAE via Getty Images

Ja Morant está na briga pelo prêmio de calouro da temporada — Foto: Joe Murphy/NBAE via Getty Images


 
Adivinhem só o que também teve em Memphis? Isso mesmo, virada! Jogando em casa, os Grizzlies foram buscar uma desvantagem de 14 pontos para bater o Minnesota Timberwolves por 119 x 112, mas com menos emoção, a equipe assumiu a frente do placar na metade do último quarto e não mais cedeu.
 
O calouro Ja Morant segue impressionando e consolidando o caso ao prêmio de principal novato da temporada. Foram 25 pontos, quatro rebotes e sete assistências, ao lado de Dillon Brooks, o principal jogador da equipe da casa. Pelos visitantes, Jarrett Culver foi o cestinha, com 24.
 
Campanhas
 
Timberwolves: 14v, 22d (11º do Oeste)
Grizzlies: 16v, 22d (10º do Oeste)
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »