07/01/2020 às 14h41min - Atualizada em 07/01/2020 às 14h41min

​Bombeiro morto em incêndio florestal na Austrália recebe homenagem de colegas e filha de dois anos

Charlotte O'Dwyer vestiu o capacete de seu pai, Andrew, morto durante ação de combate às chamas; aos todos três bombeiros morreram desde o início dos incêndios em setembro.

- Jornal In Foco
G1
Foto: Reprodução
Bombeiros australianos formaram uma guarda de honra nesta terça-feira (7) para se despedir do oficial Andrew O'Dwyer, um dos três voluntários mortos durante os incêndios que atingem a Austrália.
 
O'Dwyer, de 36 anos, morreu em serviço ao lado de seu colega Geoffrey Keaton, em 19 de dezembro, depois que uma árvore queimada desmoronou sobre o caminhão em que estavam.
 
Veja fotos dos incêndios florestais na Austrália

Fumaça de incêndios da Austrália deve chegar ao Brasil

A filha mais nova de O'Dwyer, Charlotte, de apenas dois anos, recebeu pelo seu pai uma medalha de honra e o capacete usado durante as ações.


Bombeiros se despedem do colega, Andrew O'Dwyer, morto em incêndio na Austrália 
 
Além de O'Dwyer e Keaton, um terceiro bombeiro foi morto no final de dezembro em outro incidente. Segundo dados oficiais, ao menos 25 mortes foram registradas desde o início do fogo, em setembro de 2019.
 
Os incêndios destruíram mais de 8,6 milhões de hectares em toda a Austrália desde setembro, desabrigando milhares de famílias no sudeste australiano.
 
Um grupo de empresários australianos se comprometeu a criar um fundo de US$ 17,3 milhões (cerca de R$ 73 milhões) para o financiamento da educação de crianças cujos pais morreram enquanto serviam durante desastres.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »