20/12/2019 às 16h12min - Atualizada em 21/12/2019 às 08h22min

Robertson espera torcida pró-Liverpool: “Flamengo é enorme, mas não tão mundial quanto nós”

Lateral-esquerdo também revela disputa interna com Alexander-Arnold sobre quem dá mais assistências para gols

- Jornal In Foco
Globo Esporte
Locais apoiam Salah e o Liverpool no Khalifa International durante a semifinal do Mundial de Clubes — Foto: Reuters
Titular da lateral esquerda do Liverpool, o escocês Robertson espera o apoio das arquibancadas do Khalifa International neste sábado, na decisão do Mundial de Clubes contra o Flamengo. Não exatamente porque haverá uma invasão de ingleses – isso está fora de cogitação, especialmente com todos os ingressos já vendidos.
Dos cerca de 40 mil torcedores, Robertson acha que a maioria estará em favor dos Reds por se tratar de um clube mundialmente conhecido.
 
- Sabemos que muitos locais nos apoiarão. É aí que o Liverpool é abençoado. Estamos em todo o mundo. O Flamengo é um clube enorme, mas definitivamente não é tão mundial quanto nós. Os torcedores foram muito pró-Liverpool na semifinal, especialmente para Mo Salah, e foi uma ótima atmosfera jogar um pouco diferente de Anfield. Foi divertido e espero que eles possam superar os torcedores do Flamengo no sábado – disse o lateral ao “Liverpool Echo”.

Flamengo e Liverpool se reencontram neste sábado, 38 anos depois da final de 1981, para disputar o título mundial novamente. A bola rola às 14h30 (de Brasília), no Khalifa Stadium. A TV Globo, o SporTV e GloboEsporte.com transmitem a partida.

Robertson também comentou sobre a fama do Mundial de Clubes, assunto na entrevista coletiva do técnico Jürgen Klopp nesta sexta-feira. Enquanto o alemão pretende “mudar a visão europeia” sobre o torneio, o escocês se contentaria em frustrar uma festa rubro-negra no Brasil.
 
- É um pouco estranho. Quando eu era criança não ouvia muito sobre o Mundial de Clubes. Talvez seja por as equipes inglesas só participaram de vez em quando, enquanto o Real Madrid e Barcelona venceram várias vezes. Mas sabemos que o Brasil vai parar e, se o Flamengo vencer, haverá uma enorme festa. Espero que possamos impedir isso.
 

Robertson quer frustrar festa rubro-negra no Brasil — Foto: AFP
 
Robertson ainda revelou uma disputa especial com o lateral-direito Alexander-Arnold sobre quem dá mais assistências. Se contabilizarmos apenas competições de clubes em todo o ano corrido de 2019, o jovem destro está em vantagem (20 a 13). A última para Firmino na vitória sobre o Monterrey na semifinal.
 
- Ele disse que não contava aqui! Trent disse apenas a Premier League e Liga dos Campeões. Nós já tínhamos discutido isso, então estou feliz que tenha dito isso, para ser sincero! Mas tenho certeza de que ele vai tentar colocar essa assistência nos seus números se precisar (risos).
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »