30/10/2019 às 15h03min - Atualizada em 30/10/2019 às 15h03min

​Enem 2019: datas e horários das provas

Prova será aplicada em dois domingos: 3 e 10 de novembro. Inep divulgará gabarito oficial no dia 13 do mesmo mês.

- Jornal In Foco
G1
Reprodução: Internet
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 será aplicado em 3 e 10 de novembro. Abaixo, confira os horários das provas e as disciplinas cobradas em cada dia:
 
3 de novembro
 
Conteúdo:
45 questões de linguagens
45 questões de ciências humanas
Redação
 
Horários:
 
duração da prova: 5h30
12h: abertura dos portões
13h: fechamento dos portões
13h30: início das provas
15h30: alunos podem sair do local de provas, sem o caderno de questões
18h30: alunos podem sair do local de provas, com o caderno de questões
19h: término das provas
 
10 de novembro
 
Conteúdo:
 
45 questões de ciências da natureza
45 questões de matemática
Horários:
duração da prova: 5h
12h: abertura dos portões
13h: fechamento dos portões
13h30: início das provas
15h30: alunos podem sair do local de provas, sem o caderno de questões
18h: alunos podem sair do local de provas, com o caderno de questões
18h30: término das provas
 
Data dos resultados
 
Gabarito oficial: 13 de novembro
Resultados individuais: janeiro de 2020
 
O que pode levar para a prova do Enem 2019?
 
A caneta deve ser esferográfica, de tinta preta, fabricada em material transparente.
 
O acesso à sala de provas só será permitido mediante a apresentação de um documento de identificação original e com foto, como: identidade, carteira de registro nacional migratório, carteira de trabalho, certificado de reservista, passaporte e carteira de motorista (CNH).

Caso o documento tenha sido roubado ou furtado antes do exame, o candidato deverá apresentar o boletim de ocorrência expedido por um órgão policial há, no máximo, 90 dias. Também deverá passar por uma coleta de dados biométricos e assinar um formulário especial.

Candidatos que apresentem documentos permitidos e originais, mas danificados ou com foto infantil, poderão fazer a prova, desde que se submetam a uma identificação especial.

Participantes que solicitaram atendimento especializado para cegueira, surdocegueira, baixa visão e visão monocular podem utilizar os seguintes materiais: máquina Perkins, reglete, punção, sorobã ou cubaritmo, caneta de ponta grossa, tiposcópio, assinador, óculos especiais, lupa, telelupa, luminária e tábuas de apoio. Também podem ser acompanhados por cão guia. Todos esses recursos serão vistoriados pelo aplicador do exame.

Artigos religiosos, como quipá, são permitidos, mas devem ser verificados por um funcionário.

O cartão de confirmação de inscrição, embora não seja obrigatório, traz dados importantes, como o endereço de aplicação da prova.

O que não pode levar para a prova do Enem 2019?
 
Documentos como certidão de nascimento ou de casamento, título eleitoral, CNH anterior a 1997, carteirinha de estudante, crachás, vias digitais ou cópias autenticadas não serão aceitos.

Telefones celulares e quaisquer equipamentos eletrônicos devem ser desligados e guardados em um envelope lacrado, que permanecerá debaixo da carteira. Entram na lista:
calculadoras, agendas eletrônicas, tablets, ipods, gravadores, pen drive, relógio, chaves com alarme, fones de ouvido e gravadores.

Durante a aplicação do exame, se algum aparelho, mesmo que devidamente guardado, emitir som, o candidato será eliminado.

Lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borracha, régua, corretivo, livros, manuais e anotações são proibidos – devem ficar guardados no envelope.

Qualquer dispositivo que receba imagens, vídeos ou mensagens é vetado.

Óculos escuros, bonés, chapéus, viseiras ou gorros não são permitidos.
 
Para que serve o Enem?
 
O Enem possibilita que o candidato ingresse no ensino superior de cinco formas diferentes:
 
Sisu;
Prouni;
Fies;
universidades particulares que usam o exame como vestibular;
universidades portuguesas, parceiras do governo brasileiro.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »