15/10/2019 às 15h21min - Atualizada em 15/10/2019 às 15h21min

Líder do PSL no Senado diz que ação da PF sobre Bivar 'potencializa' crise no partido

- Jornal In Foco
G1
G1
 
O líder do PSL no Senado, senador Major Olímpio (SP), admitiu ao blog que a ação da Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira (15) na casa do deputado federal Luciano Bivar (PE), presidente da legenda, potencializa a crise interna no partido.

“Se alguns parlamentares, se o próprio presidente [Jair Bolsonaro] é signatário de um documento pedindo prestações de contas e acontece essa busca e apreensão, logicamente potencializa a crise interna no partido. Vão usar esse fato para atacar o Luciano Bivar e a executiva da legenda”, afirmou o senador.

A Operação Guinhol da PF tenta avançar as investigações sobre o uso de candidaturas laranjas pelo PSL na eleição de 2018 com cumprimento de 9 mandados autorizados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE).

"Eu creio na isenção da Polícia Federal, da Justiça, e não acredito numa conexão entre a disputa que se instalou, devido a alguns parlamentares e o próprio presidente Bolsonaro, com esses fatos de hoje. Mas logicamente vão potencializar [a operação] para atacar o Luciano Bivar e a executiva do partido", afirmou o parlamentar.

Major Olímpio afirma ser uma situação constrangedora, mas que em "nada abala o apoio" a Bivar na presidência do PSL.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »