08/09/2019 às 13h38min - Atualizada em 08/09/2019 às 13h38min

Escolas falam sobre literatura e jornalismo em Canaã dos Carajás

Divididas em quase 30 comissões, escolas municipais fizeram um dos maiores desfiles cívicos da história de Canaã dos Carajás. Conferimos alguns detalhes que foram levados para a avenida; veja

Kécia Caroline - Jornal In Foco
Foto: Jefferson Almeida
Neste sábado (7), escolas da zona urbana e rural de Canaã dos Carajás participaram do desfile cívico em alusão à Independência do Brasil. Na avenida, os jovens falaram sobre literatura, jornalismo, cultura e comunicação em geral. Nossa reportagem esteve presente no local e trouxe alguns detalhes importantes do desfile.

Literatura Clássica – Escolas Umuarama e Juscelino Kubitscheck
 
Localizadas na zona rural de Canaã, as Escolas Umuarama e JK falam sobre literatura clássica.
 
Os clássicos da literatura refletem a cultura de um povo ou de um período da história da humanidade. Conhecer essas obras possibilita a apropriação dos estilos dos grandes autores, o contexto da história e a genialidade do texto em si, ou seja, o porquê se tornou um clássico. “A literatura faz com que a criança aumente o seu repertório, faz com que ela tenha uma compreensão de mundo muito mais assertiva”, falou Erika Nayanna sobre a importância da literatura na vida das crianças.
 
Entre os livros apresentados na avenida, Dom Casmurro, de Machado de Assis, Iracema, de José de Alencar, Morte e vida Severina, de João Cabral de Melo Neto, Romeu e Julieta, de Shakespeare, entre outros.
 
Imprensa – Escola Carmelo Mendes
 
Situada na zona urbana, a Escola Carmelo Mendes falou sobre o papel da imprensa na sociedade.

A imprensa traz diariamente informações sobre os seus direitos fundamentais. Por meio dela temos conhecimento dos fatos que acontecem no mundo, em nosso país e na cidade em que moramos.

O jornalismo é levado ao público por diversos meios, como televisão, internet, jornal escrito e rádio.

O desfile homenageou o jornalista de Canaã dos Carajás, Carlos Magno, que atua na área há mais de duas décadas.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »