30/07/2019 às 09h54min - Atualizada em 30/07/2019 às 09h54min

Massacre em presídio no Pará é um dos maiores desde Carandiru

No Pará, 57 detentos foram mortos nesta segunda-feira (29). Em 1992, 111 detentos morreram no massacre do Carandiru, em São Paulo.

- Jornal In Foco
G1
G1
Um confronto entre facções criminosas dentro do Centro de Recuperação Regional de Altamira, no Pará, nesta segunda-feira (29) deixou 57 detentos mortos. Este é um dos maiores massacres em presídios desde o ocorrido no Carandiru, em 1992. Na época, 111 detentos foram mortos na Casa de Detenção, na Zona Norte de São Paulo.
 
Em Altamira, nesta segunda-feira (29), líderes do Comando Classe A (CCA) incendiaram cela onde estavam internos do Comando Vermelho (CV). De acordo com a Susipe, 41 morreram asfixiados e 16 foram decapitados.
 
O Gabinete de Gestão da Segurança Pública determinou a transferência imediata de 46 presos envolvidos no confronto. Entre os presos para transferência estão 16 detentos que foram identificados como líderes das facções criminosas. Dez deles irão para o regime federal. Os demais presos serão redistribuídos pelos presídios no Pará.
 
 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »