27/07/2017 às 11h15min - Atualizada em 27/07/2017 às 11h15min

1ª reunião do Movimento Empresarial acontece em Canaã dos Carajás

Kleysykennyson Carneiro - Jornal In Foco
Fotos: Ricardo Mesquita
Na noite desta quarta-feira (26) a 1ª reunião do Movimento Empresarial aconteceu em Canaã dos Carajás. Empresários e comerciantes locais compareceram ao auditório da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, localizado na Feira coberta. Em pauta, um debate sobre as atuais deficiências do comércio em Canaã dos Carajás, bem como a busca de soluções para o desenvolvimento e fortalecimento da atividade comercial no município. Empresários de diversos segmentos estiveram presentes e relataram as suas problemáticas dentro do ramo a que pertencem.
 
De acordo com o líder do movimento, o empresário Junior Super é necessário que haja união do empresariado local para garantir a força do comércio em momentos de crise: “O que nós podemos fazer juntos para melhorar a nossa cidade, o nosso comércio, a nossa economia? Presidente da Câmara, da ACCIACA, da Agência, governador... O que nós podemos fazer? Por que nós queremos melhorias? É assim que os caras fazem em Paragominas, Castanhal, cidades onde o comércio é forte. A união decide o que é melhor para nossa classe empresarial” afirmou.


 
Em tempos de eminente crise e de lojas fechando as portas, tópicos sobre como sobreviver em momentos assim foram debatidos. Alguns comerciantes se queixaram do alto valor dos aluguéis cobrados por alguns pontos na cidade. Ficou acertado que uma reunião com o representante do CRECI em Canaã seria agendada para tratar da busca de soluções para esses preços, que, segundo os empresários, estão fora da realidade atual do município. Além disso, a viabilidade de estacionamentos em pontos estratégicos, alternativas para se sair da dependência da Vale e a sugestão de uma campanha universal de mídia para o comércio local foram algumas das ideias debatidas na reunião.


 
Uma comissão foi formada e o próximo passo, de acordo com Junior Super, é levar as demandas para o executivo. Ainda de acordo com o líder, essa foi somente a primeira reunião do movimento, muitas ainda acontecerão. Os presentes também lamentaram a pouca presença de comerciantes, já que de cerca de 3000, apenas 11 estiveram presentes para o debate.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »