30/01/2019 às 09h56min - Atualizada em 30/01/2019 às 09h56min

Tragédia em Brumadinho: 84 mortes confirmadas, 67 corpos identificados; 276 desaparecidos; SIGA

- Jornal In Foco
G1
Mais corpos foram localizados na região do Parque das Cachoeiras, segundo a reportagem (Foto: Carlos Eduardo Alvim/TV Globo)
RESUMO

Barragem da Vale se rompeu na sexta em Brumadinho, MG; lama destruiu refeitório e prédio da mineradora, pousada, casas e vegetação.
Até agora: 84 mortos, 67 deles identificados; 276 desaparecidos; 192 resgatados; 391 localizados.
Buscas entraram no sexto dia nesta quarta; 320 bombeiros estão na área atingida.
400 PMs foram deslocados à cidade de Brumadinho e à zona rural para evitar saques.
Vale prometeu eliminar barragens iguais às de Mariana e Brumadinho.

ACOMPANHE

Foram identificados, na manhã desta quarta, os corpos de Márcio Mascarenhas (foto) e Márcio Coelho Barbosa Mascarenhas, pai e filho, proprietários da pousada Nova Estância, que foi soterrada pela lama da barragem. Márcio Mascarenhas faria 75 anos nesta quinta, dia em que amigos e parentes farão uma homenagem ao empresário em uma missa às 20h no Santuário de Nossa Senhora da Boa Viagem, em BH. O corpo da esposa de Márcio Mascarenhas, Cleosane Coelho Mascarenhas, foi enterrado na terça, em BH.
 
HÁ 15 MINUTOS
Com a chegada de reforços, hoje serão realizadas buscas em todos os locais atingidos, segundo os bombeiros. 320 bombeiros trabalham hoje, contando com os reforços de outros estados.
 
HÁ 20 MINUTOS
Mais corpos foram localizados na região do Parque das Cachoeiras, testemunha a reportagem da TV Globo.

HÁ 24 MINUTOS
Pai de Curitiba vai para Brumadinho para tentar informações da filha
 
Pai vai para Brumadinho para tentar informações da filha
 
HÁ 36 MINUTOS
Mais de 200 barragens em MG são classificadas como de alto potencial de dano e cinco como de alto risco, segundo a Agência Nacional de Águas
 
HÁ 41 MINUTOS

 Brumadinho recebe reforço de 80 bombeiros
 
HÁ 44 MINUTOS
Autoridades devem dar entrevista às 10h30, em Brumadinho, sobre o impacto ambiental da tragédia no local.
 
HÁ 55 MINUTOS

A hidrelétrica de Retiro Baixo, em MG, suspendeu operações para preservar seus equipamentos, disse a estatal Eletrobras em comunicado na noite de terça-feira (29), dias após o rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho que deixou dezenas de mortos e jogou um fluxo de rejeitos de mineração no rio Paraopeba. Com 82 megawatts em capacidade, a usina tem como principais sócios Furnas, subsidiária da Eletrobras, e a estatal mineira Cemig, e está localizada na região dos municípios mineiros de Pompéu e Curvelo.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »