10/07/2017 às 23h07min - Atualizada em 10/07/2017 às 23h07min

Em depoimento, delatores afirmam que operação envolvia interesses financeiros

Sílvia Lopes - Jornal In Foco
Em Redenção os promotores que comandam as investigações afirmaram que foi a partir do relato de dois policiais que fizeram delação premiada que o MP confirmou as suspeitas de que não houve confronto.

Os policias que fizeram a delação já estão inseridos no  Sistema Nacional de Proteção a Testemunhas e Pessoas Ameaçadas, e por isso não terão seus nomes revelados.
 
Segundo um dos quatro promotores do caso, Alfredo Martins de Amorim,  a ação da polícia realizada no dia 24 de maio e que resultou na morte de dez pessoas, entre elas uma mulher, envolvia interesses financeiros e que os mandados de prisão era apenas uma desculpa para se ter acesso à Fazenda Santa Lúcia.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »