22/11/2018 às 19h46min - Atualizada em 22/11/2018 às 19h46min

Polícia Militar alerta

Stephanny Sousa - Jornal In Foco
Após ser denunciado que um empresário, cujo o nome não foi divulgado, estaria vendendo seu serviço de vigilância privada em nome da Polícia Militar, o Tenente Guimarães procurou nossa reportagem para divulgar que é extremamente ilegal fazer venda de serviços com o nome da corporação, seja esses serviços privados ou públicos.

O empresário estaria usando um artificio para convencer seus clientes a usarem seu trabalho pois contaria além de seus vigilantes com o apoio da Polícia Militar em rondas rotineiras.

O Tenente pede para que os moradores fiquem em alertas e denunciem esta prática. A venda de qualquer serviço em nome da Polícia Militar é totalmente ilegal.  
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »