18/10/2018 às 17h44min - Atualizada em 18/10/2018 às 17h44min

Parque Veredas de Canaã será reflorestado

- Jornal In Foco
Ascom/PMCC
Ascom

Com o objetivo de garantir a preservação ambiental em Canaã dos Carajás, o Parque Veredas passará por uma revitalização. A novidade foi anunciada na manhã desta quinta-feira (18) em uma reunião na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). Estiveram reunidos, o prefeito Jeová Andrade, a secretária de Meio Ambiente, Simone Aparecida, o presidente da Câmara Municipal, vereador Junior Garra, e os gestores da empresa Belo Monte Transmissora de Energia SPE S.A., responsável pela execução do projeto de replantio.

Ao todo, uma área de 333 hectares será reflorestada. A principal meta da Semma é transformar o Parque Veredas em referência de preservação na região. Além disso, o reflorestamento da área garantirá a saúde hídrica do município, visto que a vegetação protege as nascentes e o parque é, atualmente, o principal ponto de abastecimento da cidade.

A mineradora Vale, que adquiriu a área há 16 anos, foi representada na reunião por Fábio Queiroga. “São muitos anos de trabalho na preservação daquela área. O reflorestamento do Parque Veredas é uma grande conquista para todos nós. Essa ação é muito bem vinda e tenho certeza que esse local será referência em breve.”

Junior Garra também fez o uso da palavra. “Esse é um momento muito importante para Canaã e para o planeta. A preservação é fundamental para o nosso futuro e, como fiscal do povo, estou feliz ao ver que o nosso parque será beneficiado.”

Simone Aparecida destacou a importância do trabalho de reflorestamento. “O Parque Veredas é o pulmão de Canaã dos Carajás. Há muito tempo a gente espera por essa revitalização e agora o parque será beneficiado. Esse é o fruto de um trabalho em conjunto de todos nós que nos preocupamos com o meio ambiente.”

O prefeito Jeová Andrade, por sua vez, lembrou do trabalho de preservação que já vem sendo realizado. “O parque já foi queimado algumas vezes, mas nos últimos anos esse número vem sendo reduzido e em 2018 não tivemos queimadas lá. Esse é o fruto de um bom trabalho realizado. O reflorestamento da área será de grande valia, pois o perímetro de conservação será ainda maior.”

Além do reflorestamento, será feita a construção do pórtico de entrada do parque. O recurso para a revitalização e para a construção da fachada vem da Câmara de Compensação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente.

O prazo para a conclusão do pórtico de entrada é de 150 dias. Já o reflorestamento, deverá ser concluído em três anos. O prazo, no entanto, pode ser prorrogado de acordo com a necessidade.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »