27/08/2018 às 17h12min - Atualizada em 27/08/2018 às 17h12min

Secretaria de Saúde esclarece áudio divulgado em redes sociais

O áudio tem chamado atenção dos moradores devido o atendimento do socorrista ter deixado a desejar

Stephanny Sousa - Jornal In Foco
Redação
Recentemente um áudio tem sido divulgado em grupos de whatsapp mostrando o total despreparo dos responsáveis pelas ambulâncias de Canaã dos Carajás.

No último sábado (25) um idoso passou mal em plena luz do dia em uma das ruas da cidade mostrando sintomas de uma possível parada cardíaca e pelo seu estado de saúde, acabou caindo no chão.

Moradores que presenciaram a cena ligaram para os socorristas de plantão, porém, os responsáveis dizem para que a pessoa ligue para o corpo de bombeiros pois eles estariam em ocorrência.

Questionados então pelo número do corpo de bombeiros o agente diz não ter conhecimento se o número 193 atende no município. A conversa que dura menos de um minuto chamou a atenção de todos os moradores da cidade que estão decepcionados com o atendimento.

Em nota a Secretaria de Saúde lamenta o ocorrido e esclarece:

“Em resposta ao áudio que tem circulado nas redes sociais de um atendimento por telefone realizado por um membro da equipe de socorristas do Hospital Municipal, é preciso esclarecer que:
A ligação foi feita para o número pessoal de um dos socorristas, que estava em atendimento a outra demanda. Os atendimentos dos socorristas envolvem necessidades urgentes, alto nível de cuidado e concentração, portanto é preciso reconhecer que, nesse contexto, não é possível realizar o atendimento correto, como deseja a Secretaria de Saúde, que se desculpa pelo ocorrido.
A Secretaria de Saúde orienta ainda todos os cidadãos a utilizarem o telefone central da equipe de socorristas do Hospital Municipal: 94 99187-9965. Ligando nesse número, a Central irá encaminhar a ambulância que estiver disponível, ou a próxima a se disponibilizar.
Por fim, a Secretaria lembra que, efetuou a mudança, incorporando o Serviço do Samu, visando a melhoria e a agilidade no atendimento ao cidadão, já que o atendimento era feito por equipes de Marabá e depois encaminhado para o município. ”
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »