27/08/2018 às 09h51min - Atualizada em 27/08/2018 às 09h51min

Sampaio Corrêa volta a vencer após 12 jogos na Série B e aumenta a crise no Paysandu

Bolívia Maranhense manda na partida durante o segundo tempo e marca com Uilliam, ganhando sobrevida na luta contra o rebaixamento. Papão não vence há cinco confrontos e segue colado no Z4

- Jornal In Foco
globoesporte.com
globoesporte
O Sampaio Corrêa venceu o Paysandu por 1 a 0 na tarde deste sábado, no Estádio da Curuzu, em Belém, pela 23ª rodada da Série B do Brasileiro. O gol marcado pelo atacante Uilliam fez a Bolívia Maranhense voltar a vencer após 12 jogos na competição. O Papão não vence há cinco partidas e viu os protestos do torcedor nas arquibancadas depois da apatia e desorganização da equipe na volta do intervalo. Do outro lado, o Tricolor do Maranhão foi valente, seguro na defesa e conquistou o resultado fora de casa com merecimento.
 
DESTAQUE
CLASSIFICAÇÃO
Com a derrota, o Paysandu segue estacionado nos 25 pontos. Hoje é o 16º colocado, mesma pontuação do São Bento, que abre a zona de rebaixamento. O Sampaio continua na 19ª posição com 21 pontos, quatro de distância para deixar o Z4.
 
DESTAQUE
PRÓXIMOS JOGOS
Pela 24ª rodada, o Paysandu recebe o Juventude na próxima sexta-feira, a partir das 19h15, na Curuzu. O Sampaio vai até Maceió, onde medirá forças com o CRB no mesmo dia, às 21h30, no Rei Pelé.
 
 
DESTAQUE
PRIMEIRO TEMPO
Choveu bastante em Belém antes do jogo e o gramado encharcado e com alguns pontos alagados atrapalhou o desempenho das equipes, com o Sampaio Corrêa se adaptando à condição de maneira mais rápida. Logo no começo, Jocinei aproveitou uma cobrança de falta e parou na boa defesa de Renan Rocha. O Paysandu tinha a maior posse de bola e procurou mais o caminho do fundo da rede. Thomaz se destacava individualmente e quase fez um gol aos 24 minutos. Busatto brilhou no lance. No final, os visitantes cresceram, principalmente, através da velocidade de Matheuzinho e por pouco não marcaram em um desvio de Rogério dentro da área. Renan salvou os bicolores.
 
DESTAQUE
SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo só deu Sampaio. O time maranhense teve mais vontade e envolveu um Paysandu apático, com pouca determinação e, principalmente, desarrumado. As mudanças do técnico Guilherme Alves fizeram a equipe da casa perder o poder de meio-campo. Foram muitas chances de gols da Bolívia, algumas delas perdidas, outras salvas por Renan Rocha, entretanto, aos 24 minutos, Uilliam se antecipou a um cruzamento dentro da área e saiu para comemorar. O Lobo paraense pouco atacou, teve chances esporádicas e não esboçou reação alguma diante da sua torcida, que deixou a Curuzu em fúria com o momento complicado do clube.
 
DESTAQUE
RENASCIMENTO DO SAMPAIO
O Sampaio Corrêa não vencia há 12 jogos na Série B e veio a Belém disposto a acabar com a maré de azar na competição. E conseguiu. Seguro na defesa e valente durante boa partida da partida, se impôs na segunda metade do confronto e foi premiado com o gol de Uilliam. Agora com 21 pontos, está a quatro de deixar a zona de rebaixamento.
 
 
DESTAQUE
PAYSANDU DESARRUMADO
O Paysandu teve mais posse de bola no primeiro tempo, conseguiu duas oportunidades de gol e se imaginava um ritmo melhor na volta dos vestiários. Porém, o que se viu foi um time desarrumado, principalmente, depois das alterações sem efeito do técnico Guilherme Alves, que colocou um trio de atacantes pouco efetivo na temporada: Mike, Moisés e Claudinho. Sem força, foi envolvido pelo adversário e nem chegou perto de conseguir, ao menos, o empate.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »