26/06/2018 às 17h37min - Atualizada em 26/06/2018 às 17h37min

Semsa realiza palestras de capacitação sobre prevenção ao Suicídio

Fernando Bonfim - Jornal In Foco
carajasojornal.com.br
Em entrevista à equipe de reportagem, o enfermeiro Neilson Gonçalves, conta que a iniciativa é muito importante para os profissionais e comunidade em geral
A Secretaria Municipal de Saúde está realizando nesta terça-feira (26) um ciclo de palestra quem tem como objetivo capacitar os profissionais que atuam na rede de saúde acerca da prevenção ao suicídio. O evento está sendo realizando no plenarinho da Câmara Municipal e engloba todos os profissionais que atuam diretamente com a problemática.

A iniciativa é da Supervisão da Rede de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com o apoio das secretarias municipais de Educação (Semed), de Assistência Social (Semas) e da Mulher (Semmu), da Coordenadoria Municipal da Juventude (CMJ), da 21ª Unidade de Referência Especializada (URE), do Conselho Tutelar I e II e da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam).

O evento tem como tema (Formação de multiplicadores em prevenção ao suicídio). Na ocasião, estão sendo abordados temas como fluxo da rede, o básico do suicídio, suicídio e espiritualidade, adolescência e escuta qualificada do suicídio.

De acordo com o psicólogo do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), Allan Miranda, o tema começou a ser debatido com mais afinco pelos profissionais da saúde em Parauapebas a partir do ano passado, onde foi realizado a primeira oficina sobre o  assunto. “Naquele dia reunimos um grupo de alunos e começamos a discutir o problema. De lá para cá, nós tivemos um elevado nível de casos de suicídio no município o que deixou bem claro a necessidade de se ter mais atenção com o assunto”, explicou.

Allan ainda acrescentou que as palestras de capacitação têm como objetivo principal “formar multiplicadores” para a prevenção. “A palestra é para preparar toda rede municipal de saúde para o acolhimento das pessoas que comentem a tentativa de suicídio ou qualquer outro comportamento auto lesivo”, destaca o psicólogo.

Em entrevista à equipe de reportagem, o enfermeiro Neilson Gonçalves, conta que a iniciativa é muito importante para os profissionais e comunidade em geral. “É uma iniciativa muito proveitosa, uma vez que reúne vários profissionais: educadores, médicos, enfermeiros e demais servidores que atua diretamente na saúde, pois vemos que é um tema muito incidente que precisa de mais atenção. Isso nos torna mais capacitado para ajudar na prevenção de casos”, contou o profissional.

Confira a programação completa
8h - Boas Vindas e Contextualização (Wagner)
8:15h às 9:30h - Precisamos Falar Sobre Suicídio (Sara)
9:30h às 10:15h - Adolescência (Monick, vivência e Tássio, conteúdo)
10:15h às 10:30h - Coffee Break
10:30h às 11:30h - Escuta Qualificada (Wagner)
11:30h às 12h - Discussão
14h às 14:40h - Dinâmica Mitos e Verdades sobre o Suicídio (Regiane e Murilo)
14:40h às 16h - Formação de Grupos para Estudo de Casos - Regiane, Murilo, Wagner, Tássio e Monick.
16h às 16:15h - Coffee Break
16:15h às 16:45 - Contrução da Agenda de Multiplicação (Monick)
16:45h às 17h - Encerramento (Alan).


De acordo com o psicólogo do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), Allan Miranda, o tema começou a ser debatido com mais afinco pelos profissionais da saúde em Parauapebas a partir do ano passado, onde foi realizado a primeira oficina sobre o  assunto.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »