15/06/2018 às 17h50min - Atualizada em 15/06/2018 às 17h50min

Parauapebas: GTO prende assaltantes que agiam em Fazenda

Caetano Silva - Jornal In Foco
carajasojornal.com.br
Além da camionete a polícia apresentou na delegacia, uma motosserra, televisores, utensílios da fazenda, e três armas de fogo: um revólver calibre 32, e duas espingardas, ambas calibre 20.
A Polícia Militar através do Grupo Tático Operacional (GTO) realizaram um brilhante trabalho prendendo na noite de ontem, quinta-feira 14, uma dupla de assaltantes formada por Adeilton Oliveira da Silva e José Sousa lima. Os mesmos chegaram à cidade de Parauapebas com uma camionete e vários objetos subtraídos de uma fazenda no município de Curionópolis, onde teriam feito quatro pessoas reféns em cárcere privado por mais de três horas.

De acordo com informações repassadas por uma das vítimas ao delegado plantonista, Fernando Oliveira, era por volta das 18h00, quando chegaram a sua propriedade três elementos, dos quais, dois entraram na sede da fazenda, ambos armados, renderam e amarraram quatro pessoas que estavam na casa, instante em que começaram a subtrair ferramentas e eletrodomésticos da propriedade. Os ladrões abandoaram o local deixando o fazendeiro e família amarrados.
Procurado pela reportagem o fazendeiro não quis falar sobre o que passou nas mãos dos bandidos e, também não aceitou que seu veículo fosse filmado ou fotografado.

Entretanto, de acordo com o cabo da PM, Sena, há vários meses a Polícia Militar vinha recebendo denuncias de assaltos ocorrido na região da zona rural de Curionópolis. "Os indivíduos chegavam às propriedades armados e roubavam veículos, eletrodomésticos e pertences das vítimas. Os fazendeiros e proprietários de terras ficam praticamente isolados naquela região. Porém desta vez a casa caiu para os bandidos”, contou o policial, acrescentando que após a ação criminosa, os bandidos deixaram o local em direção a Parauapebas.

Informados pelo Centro de Controle Operacional (CCO), a Polícia Militar passou a realizar buscas na região. Minutos depois uma camionete subtraída da fazenda foi encontrada circulando em Parauapebas. O veículo era monitorado por uma empresa de rastreamento. O pertence foi recuperado pelo GTO, que seguia instruções da empresa de monitoramento. "Conseguimos seguir a rota que a empresa repassava, então conseguimos observar a rota da camionete" contou o policial.

Com base nas informações o Grupo Tático Operacional se deslocou na mesma direção, e quando passava por um posto de combustível na Av. Faruk Salmem, avistaram a camionete. "Imediatamente fizemos a abordagem e pedimos para que eles saíssem do veículo, quando eles perceberam que era a polícia, já se abaixaram dentro do carro, fizemos a verificação​ e constatamos que realmente se tratava do veículo roubado. Em seguida os trouxemos para delegacia", acrescentou.
 
Ainda segundo as informações da polícia, os dois acusados são figuras conhecidas, inclusive, um deles estava em liberdade a pouco  tempo.
Além da camionete a polícia apresentou na delegacia, uma motosserra, televisores, utensílios da fazenda, e três armas de fogo: um revólver calibre 32, e duas espingardas, ambas calibre 20.

Um terceiro elemento que dava apoio em outro veículo até o presente momento não foi identificado pela polícia.  Indagados sobre o destino da caminhonete, os mesmos responderam que ela seria levada para o município de Marabá.






Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »