Jornal In Foco Publicidade 1200x90
09/07/2024 às 11h32min - Atualizada em 09/07/2024 às 11h32min

Estado reage rápido após chacina em Jacundá

Quatro pessoas foram assassinadas e outras duas baleadas, entre elas uma criança. Forças de segurança chegaram à cidade nesta segunda (8) e já iniciaram as prisões

Zé Dudu

Três homens e uma mulher foram assassinados em Jacundá, a 100 km de Marabá, na noite deste domingo (7), deixando a população da cidade em polvorosa. Nos ataques, outras três pessoas ficaram feridas, incluindo uma criança de cinco anos.

No primeiro atentado, ocorrido por volta das 18h40 no Bairro Alto Paraíso, o casal Patrick Lohrann e Gabriele Milhomem foi morto a tiros. Uma terceira vítima, Amanda Vitória da Silva Mendonça, também foi baleada. Em estado grave, com ferimentos na cabeça, ela foi inicialmente encaminhada para o Hospital Municipal e, em seguida, transferida para o Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá.

Trinta minutos depois, próximo à ponte sobre o Igarapé Sabiá, na entrada do Residencial Arraias, ocorreu o segundo ataque, em um bar. Neste, Marcelo de Castro Souza e Jocivan Sales dos Santos foram mortos a tiros. Duas outras vítimas foram baleadas: Cleilson Carreiro Rodrigues e uma criança de cinco anos. As vítimas foram inicialmente encaminhadas para o Hospital Municipal e Maternidade Maria Cecília de Oliveira. A unidade de saúde não divulgou a situação de nenhuma delas.

No início da tarde desta segunda-feira (8), a força-tarefa de agentes de segurança pública estabelecida pelo estado apreendeu 4,877 kg de drogas, mais de 200 munições, R$ 1 mil reais em espécie e materiais utilizados para o tráfico de drogas, além de prender em flagrante um homem “declarado faccionado” que estava em posse do material, em uma residência no Bairro Eletronorte. O flagrante ocorreu durante as buscas que estão sendo realizadas no município para prender os envolvidos nas ações criminosas praticadas na região. 

“Enquanto estávamos ainda em Jacundá, já com ações da força-tarefa criada para obtermos uma resposta célere aos crimes ocorridos no último domingo, tivemos o primeiro flagrante já decorrente da integração das forças policiais,” informou o titular da Secretaria de Segurança Pública de Defesa Social, Ualame Machado, que integra a comitiva dos gestores de segurança que esteve no município para articular, junto às forças de segurança, as ações que estão sendo desenvolvidas em combate à criminalidade. “Essa ação demonstra uma resposta rápida que o estado está dando e continuará empenhando cada vez mais as suas forças, toda a sua estrutura, para que a gente possa trazer segurança para a sociedade, em especial para a região de Jacundá”. 

Apreensão 

Durante as diligências realizadas pelas equipes integradas de policiais Militares e Civis, uma equipe da PCPA recebeu informações de que em uma residência, localizada no Bairro Eletronorte, havia uma quantidade de drogas. Um homem, membro de organização criminosa, foi encontrado no local e, durante as buscas, todo o material foi identificado: R$1 mil em espécie, várias embalagens com entorpecentes dos tipos cocaína, maconha e crack; mais de 200 munições de calibres 9mm e 40mm, um carregador de munições; 5 aparelhos celulares, além de materiais como embalagens plásticas, caderno de anotações, balança de precisão e facas, utilizados para embalar drogas para serem vendidas.

Todo o material apreendido e o faccionado preso foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Jacundá para procedimentos cabíveis, assim como o encaminhamento e posteriormente o homem ficará à disposição da Justiça. Assim, a Polícia Civil segue o trabalho investigativo na região. 

O trabalho integrado das polícias Militar e Civil segue intensificado na região, contando com reforço de 30 agentes das unidades especializadas, para prender os envolvidos nos homicídios ocorridos na noite do último domingo, assim como outros membros de grupos criminosos envolvidos em ações criminosas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Jornal In Foco Publicidade 1200x90