04/06/2018 às 10h36min - Atualizada em 04/06/2018 às 10h36min

Pastoral da Acolhida abre inscrições para voluntários do Círio 2018

Os cadastros podem ser realizados até o dia 30 de junho de segunda a sexta das 16h às 20h e aos sábados das 14h às 19h, no Centro Social de Nazaré, na sala da Pastoral.

G1,PA - Jornal In Foco
g1.globo.com
Romeiros recebem auxílio na Casa de Plácido. (Foto: Ascom Basílica)
Pastoral da Acolhida da Basílica Santuário de Nazaré, que ajuda milhares de fiéis promesseiros que vêm de longe durante o Círio de Nazaré, abriu inscrições para os voluntários do Círio 2018. Os cadastros podem ser realizados até o dia 30 de junho de segunda a sexta das 16h às 20h e aos sábados das 14h às 19h, no Centro Social de Nazaré, na sala da Pastoral.
 
No ato da inscrição o voluntário deverá levar um quilo de alimento não perecível. É necessário ser maior de 18 anos e estar em boas condições de saúde, apresentar RG, CPF e comprovante de endereço. Os voluntários das áreas de saúde deverão obrigatoriamente apresentar cópia da carteira do seu respectivo Conselho Profissional.
 
Os voluntários serão colocados nas equipes do lava-pés, acolhimento, cozinha, atendimento, saúde, massagem, liturgia, limpeza, apoio aos voluntários e almoxarifado.
 
A Pastoral da Acolhida
O trabalho da Pastoral da Acolhida é realizado o ano todo, mas é durante o Círio de Nazaré que as atividades se intensificam, para acolher os mais de 52 mil romeiros que vêm de longe para participar da maior manifestação católica do mundo. Um dos lugares que mais expressam o trabalho do acolhimento é a Casa de Plácido, no Centro Social de Nazaré.
 
Inaugurada em maio de 2009, a estrutura do espaço foi especialmente idealizada pelo então Reitor da Basílica Santuário de Nazaré, Padre José Ramos das Mercês para proporcionar conforto aos devotos de Nossa Senhora de Nazaré. O espaço conta com mil metros quadrados, banheiros, refeitório, salão de repouso, ambulatório e uma exposição permanente chamada de “Salão dos Milagres”. A construção só foi erguida graças à fé e a doação de centenas de fieis. O nome foi uma homenagem ao paraense Plácido José de Souza, que em 1700 encontrou a Imagem Original e deu início a toda a devoção à Senhora de Nazaré.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »