24/05/2018 às 17h53min - Atualizada em 24/05/2018 às 17h53min

Homem é violentamente assassinado no bairro Cidade Jardim em Parauapebas

Caetano Silva - Jornal In Foco
carajas o jornal
caetano silva
A Polícia Civil de Parauapebas abriu inquérito policial para apurar a morte do estivador Domingos Lima da Silva Filho, 25 anos, assassinado a golpes de facão na cabeça, no início da madrugada de quinta-feira 24, na rua B-4, bairro Cidade Jardim, Parauapebas.
Segundo informações, o crime aconteceu por volta de 00h50, quando moradores ouviram uma pessoa “falar tu me deu um prejuízo de 10 mil reais” logo depois a vítima pediu para não ser morto.
Ainda segundo um morador, pois de ouvir os pedidos de socorro ligou para polícia e, enquanto falava com o atendente do Centro de Controle Operacional (CCO) da PM, escutava o barulho do facão cortando a vítima.

Com base nas informações colhidas no local o assassino era moreno de estatura mediana, sem camisa, vestindo apenas calção preto com detalhe branco dos lados. O assassino, depois de matar Domingos, conhecido também como “Neguinho”, deixou o local tranquilamente, abandonando a vítima estirada no chão, sem roupas. Uma guarnição da Polícia Militar chegou ao local do crime e em seguida acionou a Polícia Civil e o Instituto Médico Legal-IML

Os investigadores Fátima e Lucas realizaram o levantamento do local do crime e logo depois autorizaram a retirada do corpo de Domingos Lima, que teve seu crânio mutilado com golpes de facão. O IML removeu o corpo do local e o encaminhou para o Centro de Perícia Científica, Renato Chaves de Marabá para realização de exames de necropsia.
O corpo de Domingos Filho teve que ser encaminhado para Marabá porque Parauapebas não conta com serviços de perícia e médicos legistas a mais de um mês.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »