09/05/2018 às 08h38min - Atualizada em 09/05/2018 às 08h38min

A prefeitura de Canaã dos Carajás contratou novos funcionários no mês de abril

A maior parte dos novos contratados foram destinados as áreas de saúde e educação

Virgínia Antony - Jornal In Foco
Jeferson

 No mês passado, a prefeitura municipal de Canaã dos Carajás contratou 51 novos funcionários, que foram distribuídos principalmente nas áreas da saúde e educação. A vigência dos contratos começou no mesmo mês, e tem período de 1 ano, mas se houver interesse da administração o contrato pode ser renovado.

 A cerca de 3 meses a Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás alegava não ter receita suficiente para conceder reajuste salarial aos funcionários do município. O que gerou paralisações e protestos em vários pontos da cidade. No mês março, no entanto, foi feita uma proposta de reajuste de 12,92% que serão pagos num período de 3 anos a partir do mês de julho deste ano. Para 2018 a proposta foi de 4,30% de reajuste. O que segundo a secretária de administração até então, Arleides de Paula, disse que acarretaria num acréscimo de mais de R$ 500 mil na folha de pagamento municipal, e que não descartava a possiblidades de haver cortes para manter os compromissos.

 Sendo assim, a reportagem do Jornal In Foco foi conversar com o atual secretário de administração, Dr. Alex Silveira, a fim de ter maiores esclarecimentos a respeito da atual condição do município.


Secretário de Administração Alex Silveira

 O secretário explicou que as novas contratações aconteceram mediante pedidos do Ministério Público e também para suprir as necessidades de determinadas áreas, sendo a maioria das áreas de educação e saúde. “São contratações pontuais para atender necessidades”.

Quanto as dificuldades financeiras do município e novas contratações, ele informa que município vem sofrendo com a arrecadamento do imposto sobre serviços de qualquer natureza – ISS, que é o que permite as movimentações financeiras como as de contrações e pagamentos de funcionários. Mas ainda assim, é necessário uma análise do quadrimestre, que indica se há possibilidades de novas contratações. Ele completa dizendo as contratações vieram para atender as mudanças que ocorreram no município.

 A ampliação no horário de atendimento na área da saúde, requer mais funcionários, e também para atender a solicitação do Ministério Público por mais professores. “A administração não pode parar porque há vários serviços essenciais para a comunidade”. Completou.  Ele também ressaltou que não foram feitas apenas contratações, mas também exonerações.

 O Secretário  Alex Silveira, mencionou que se sabe que há outras secretarias que precisam de mais funcionários, no entanto, isso ainda esbarra em um processo burocrático, que vai da criação de novos cargos até o impacto financeiro.
Quanto as perspectivas futuras, ele disse que acredita que até julho, quando se começará a fazer os pagamentos da proposta feita no mês de março, haja uma melhora na arrecadação municipal, para que seja possível honrar com esses compromissos. Caso contrario terá que haver cortes.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »