07/05/2018 às 09h26min - Atualizada em 07/05/2018 às 09h26min

Falso médico é preso em flagrante em Porto de Moz, sudoeste do Pará

De acordo com a Polícia Civil, homem é suspeito de ter causado um aborto em uma grávida que havia sido atendida na unidade de saúde.

G1 - Jornal In Foco
g1.globo.com
Equipe da Polícia Civil em Porto de Moz prendeu o falso médico. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)
Um homem que atuava ilegalmente como médico no Hospital Municipal de Porto de Moz, no sudoeste do Pará, foi preso em flagrante pela Polícia Civil no último final de semana. Segundo a delegada Alessandra Insabrald, ele é suspeito de ter causado um aborto em uma grávida que havia sido atendida na unidade de saúde.
 
O flagrante foi realizado no sábado (5), após investigações realizadas pela equipe policial, que recebeu informação sobre o exercício ilegal da medicina no município. O falso médico atuava no Hospital Municipal de Porto de Moz desde janeiro deste ano e foi flagrado no momento em que fazia ultrassons em mulheres gestantes.
 
Os policiais civis conduziram o suspeito até a Delegacia de Porto de Moz para os procedimentos cabíveis. Ele foi autuado com base nos artigos 282, por exercer a profissão de médico sem autorização legal, e 328, por usurpação de função pública, do Código Penal. As investigações sobre a prática ilegal continuam.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »