04/04/2018 às 13h12min - Atualizada em 04/04/2018 às 13h12min

Agência dos Correios é assaltada e bandidos fazem funcionários de refém

As polícias iniciaram uma perseguição aos assaltantes que saíram da cidade levando os reféns pela PA - 160 em direção a cidade de Parauapebas

Atila Penha - Jornal In Foco
Emerson Rocha / Ricardo Mesquita
A manha desta quarta-feira (4) na cidade de Canaã não foi das melhores, por volta das 9 horas 3 assaltantes invadiram a Agência dos Correios. O objetivo do grupo era chegar ate o cofre do local onde está funcionando temporariamente as atividades do Banco do Brasil, que foi assaltado há um mês.

No momento do anúncio do assalto o local se encontrava cheio, de acordo com testemunhas os assaltantes permaneceram dentro da agência por cerca de meia hora armados com revolves, dois suspeitos se encontravam no interior do prédio enquanto o terceiro permanecia na porta impedindo a saída dos reféns. A polícia foi acionada chegando poucos em minutos prendendo apenas um dos assaltantes no local, ao ver a ação da polícia alguns dos reféns conseguiram fugir do local, mas os suspeitos conseguiram render os funcionários e foram em direção ao carro da empresa.

Com as porta abertas, armas engatilhadas e reféns com os corpos fora do veiculo servindo de escudo, os assaltantes saíram do local pela avenida dos pioneiros e seguiram em sentido a cidade de Parauapebas. A Polícia Militar junto a Polícia Civil iniciou a perseguição imediatamente, acompanhando o trajeto a poucos metros de distancia, a ação também contou com  apoio das guarnições da cidade de Parauapebas. O carro com os suspeitos mudou o trajeto, que desta vez tentaram a fuga rumo ao Assentamento Jerusalém, com o cerco da polícia se fechando os reféns foram liberados um a um e os suspeitos adentraram a área de alta vegetação. As vitimas do assalto já foram encaminhadas a delegacia da cidade onde prestarão seus depoimentos.

 

Foto: Suspeito capiturado em flagrante.                                              Foto: Veiculo do correio usado na fuga e o restante dos reféns.

Marcos Patrick de 26 anos foi preso no momento da chegada da polícia com um revolver de numeração 38 e afirmou que o grupo é do município de Marabá e veio ate a cidade somente para cometer o crime. ”Nós somos assaltantes a nossa vida é roubar, ladrão não para ladrão só da um tempo.” Declarou o suspeito que afirmou ter varias passagens pela polícia.

A polícia continua a fechar o cerco contra os dois fugitivos. A equipe do Jornal In Foco nas próximas horas ira trazer mais informações sobre desfecho da ação.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »