19/03/2018 às 14h57min - Atualizada em 19/03/2018 às 14h57min

Para enfrentar crise empregatícia, nova Comissão Municipal de Emprego é apresentada

A comissão deverá representar milhares de desempregados em Canaã. Desde o fim da implantação do Projeto S11D, o município vive uma crise empregatícia

- Jornal In Foco
Já não é segredo para ninguém que Canaã dos Carajás não vive mais o seu auge. O município ficou conhecido em todo país pela enorme quantidade de empregos gerados com a implantação do Projeto S11D. Muita gente migrou para cá, trabalhou e, depois, com o fim das obras da implantação, acabou desempregada. As matutinas filas na porta do Sistema Nacional de Emprego (SINE) já fazem parte da paisagem da avenida JK, no centro de Canaã. São milhares de desempregados que esperam todos os dias pelas, cada vez mais raras, oportunidades de trabalho.
 
Para enfrentar esse problema e representar os cidadãos desempregados, a nova Comissão Municipal de Emprego foi apresentada em Canaã dos Carajás. O auditório do SINE foi o local escolhido para a reunião Na ocasião, os vereadores Gesiel Ribeiro, Maria Pereira, Baiano do Hospital e Rael da Marcenaria, e os secretários Edilson Valadares, Ronaldo Araújo e Jurandir José estiveram presentes para participar do debate. A ideia é que a comissão busque mecanismos para o fortalecimento da questão empregatícia em Canaã dos Carajás. Governo, trabalhadores e empresas possuem representantes na comissão.


 
Maria Pereira, que já foi secretária de Assistência Social em Canaã, falou sobre o trabalho do novo conselho: “Essa comissão era bem mais ativa antes. Espero que com a renovação a luta pelos trabalhadores continue acontecer, pois Canaã está passando por muitas dificuldades. Necessitamos urgentemente de geração de emprego e renda e dar prioridade aos trabalhadores de Canaã.”


 
A diretora do SINE, Ranielli Oliveira, lembrou que a dificuldade é geral: “Nós sabemos que estamos passando por um momento difícil. E isso não é só em Canaã. Lá fora também está na mesma situação. No entanto, a nossa intenção é buscar o fortalecimento da empregabilidade no município. Acredito que, com a união de forças, poderemos buscar mais oportunidades para os trabalhadores.”


 
Ronaldo Araújo, por sua vez, lembrou que a qualificação profissional dos trabalhadores é fundamental: “Precisamos valorizar e aproveitar a mão-de-obra do município. Gostaria de pedir que os trabalhares se empenhem também nesse processo. Queremos buscar alternativas para empregar essas pessoas e, para a qualificação delas, vamos promover cursos em cima da nossa realidade trabalhista.”


 
Os membros da comissão foram apresentados. Representando os sindicatos, Afonso Soares, Arlete e Francisca foram os escolhidos. Pelo governo, Jurandir José, Edilson Valadares e Ronaldo Araújo serão os componentes. Por fim, representando as empresas, Jean Kelson, da Vix, Lindenbergh, da Júlio Simões e Ewerton Almeida, da Barbosa Mello foram os eleitos.
 
Cada representante poderá indicar um suplente para substitui-lo em caso de ausência. A comissão atuará no município pelos próximos dois anos.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »