21/10/2022 às 10h35min - Atualizada em 21/10/2022 às 10h35min

Indefinição de executivo atrasa planos do Clube do Remo

Azulinos seguem no processo de renovação com alguns atletas que atuaram na última Série C. No entanto, a procura pelo novo executivo tem "embolado o meio de campo".

dol
 

Há dois meses sem atividades no futebol profissional, por conta da vexatória desclassificação ainda na primeira fase da terceira divisão do Campeonato Brasileiro, o Clube do Remo tem priorizado na completa reformulação no setor. Tanto que por conta disso, o Leão preferiu se ausentar da próxima edição da Copa Verde para intensificar as negociações de olho na próxima temporada.

Enquanto os azulinos seguem no processo de renovação com alguns dos atletas que atuaram na última Série C, a procura pelo novo executivo tem sido primordial no planejamento da equipe. Ao longo dos  últimos dias, diversas conversas entre os dirigentes azulinos com o executivo de futebol Thiago Gasparino, que se encontra em Valladolid-ESP (para estudar mais sobre metodologia aplicada nas equipes do futebol europeu e tentar implantar isso no Brasil), tem sido realizadas. 

Embora o próprio Thiago Gasparino tenha relatado no último final de semana ao DOL, que as negociações estão "evoluindo a cada dia que passa",  Segundo relato de uma fonte interna do clube à reportagem, "é provável que ele (Thiago Gasparino) esteja esperando alguma coisa primeiro por lá (pela Europa)" e devido a isso as tratativas estejam "arrastando", afirmou.

Até o momento, não houve uma definição e nem tampouco algum desfecho na negociação com o profissional. Nos bastidores azulinos, toda essa demora já começa a causa um certo desconforto no planejamento remista pois já era previsto ter algumas definições tanto na escolha do novo treinador, como também na contratação de novos atletas.

Enquanto isso, diversas sondagens tem sido realizadas pelos membros da cúpula remista. Como tem sido os casos do técnico Luizinho Lopes, que confirmou ao DOL ter sido sondado pelos azulinos e o do zagueiro Marlon que afirmou à reportagem, ter uma breve conversa com o presidente Fábio Bentes para ser coordenador de futebol. Aliás, o mandatário remista, informa: 

"Sobre 2023, não temos nenhuma definição sobre nomes. Fora os que já tem contrato já existem 2 ou 3 que tem pré-contrato para retornar no ano que vem e tem outros que temos intenção. Acho que teremos 6 ou 7 remanescentes, que somados com os que estão, e mais os garotos que subirem do sub-20, deveremos contratar mais 10 atletas", afirmou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »