05/03/2018 às 13h14min - Atualizada em 05/03/2018 às 13h14min

Alexandre Pereira afasta secretários réus em processo de improbidade administrativa

Decisão foi comunicada ao vivo em entrevista na Rádio Correio FM. Alexandre também afirmou que nomes dos substitutos devem ser anunciados nesta terça-feira

- Jornal In Foco
Foto: Jefferson Almeida
Prefeito de Canaã dos Carajás há menos de uma semana, Alexandre Pereira tomou uma decisão difícil na manhã desta segunda-feira (5). Todos os secretários envolvidos no processo de improbidade administrativa, que resultou no afastamento de até 180 dias do prefeito Jeová Andrade, serão afastados dos seus cargos. A decisão foi anunciada à sociedade no fim da manhã desta segunda-feira, em uma entrevista ao vivo para o jornalista Carlos Magno, da Rádio Correio FM.
 
De acordo com Alexandre, os cinco secretários afastados foram comunicados do fato também na manhã de segunda: “A decisão foi tomada hoje de manhã. Nos reunimos no gabinete e choramos juntos a situação. A principal intensão é preservar todos eles. Eu não posso fugir dessa situação. Tenho que resguardar as suas imagens diante das pessoas e tenho também que acompanhar uma orientação jurídica e política. Decidi, por isso, afastar todos eles que estão envolvidos no processo. Quem é concursado, volta pro seu cargo e quem não é vai ficar afastado temporariamente.”
 
Confira abaixo quem são os secretários afastados:
 
  • André Wilson – Educação
 
  • Arleides de Paula – Administração
 
  • Ana Cristina – Assistência Social
 
  • Dinilson Santos – Saúde
 
  • Simone Aparecida – Meio Ambiente
 
Sobre os nomes para substituir os afastados, Alexandre explicou: “Estamos já estudando esses nomes e essas possiblidades. Como a gestão não pode parar, acredito que amanhã na sessão da Câmara Municipal eu já vou ter condições de anunciar pelo menos quatro nomes.”
 
Os cinco secretários afastados por Alexandre são réus em um processo de improbidade administrativa. A ação foi ajuizada pelo Ministério Público e a decisão foi expedida pelo juiz Lauro Fontes.  O prefeito Jeová Andrade já havia sido afastado do cargo na última quarta-feira (28) por até 180 dias.
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »