11/10/2022 às 09h13min - Atualizada em 11/10/2022 às 09h13min

Indústria paraense criou 5 mil novas vagas de trabalho

Em agosto, foram realizadas no período 5.122 admissões contra 3.876 desligamentos, com a geração de 1.246 postos de trabalhos.

dol
 

Pelo sexto mês consecutivo este ano, no comparativo entre admitidos e desligados, o Setor da Indústria em Geral no Pará voltou a apresentar saldo positivo de empregos formais. Segundo as análises do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA), nos balanços do ano entre janeiro a agosto, e dos últimos 12 meses, o setor industrial também apresentou crescimento de empregos com carteira assinada.

Hospital abre seletivo exclusivo para PcD em Belém

O estudo foi elaborado com base em informações oficiais do Ministério do Trabalho, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em agosto, foram realizadas no período 5.122 admissões contra 3.876 desligamentos, com a geração de 1.246 postos de trabalhos. No mesmo período do ano passado, a Indústria paraense também gerou empregos formais, entretanto o resultado foi maior que o verificado este ano.

Foram 5.990 admissões, 3.580 desligamentos e saldo de 2.410 postos com carteira assinada. O Pará liderou a geração de vagas na região Norte, com o Amazonas em segundo no ranking, com 420 postos. De janeiro a agosto, o Pará registrou a criação de 5.028 postos de trabalhos. Houve 34.148 contratações e 29.120 desligamentos.

Novamente, o Estado figura na liderança do ranking o Norte, seguido do Amazonas com a geração de 3.497 postos de trabalhos. Já em relação aos últimos 12 meses, entre setembro do ano passado e agostos deste ano, houve a criação de 5.152 postos de trabalhos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »