04/10/2022 às 18h56min - Atualizada em 04/10/2022 às 18h56min

Helder comenta planos para ter "melhor governo da história"

Em entrevista ao programa Bora Cidade, na RBATV, nesta terça-feira (4), o governador reeleito Helder Barbalho (MDB) falou sobre seus planos para o segundo mandato à frente do Governo do Estado.

dol
 

As eleições 2022 foram históricas no Pará, que pela primeira vez na história teve um governador venceu nas urnas ainda no 1° turno. Em sua primeira entrevista como governador reeleito, feita ao jornalista Wellington Junior para o programa Bora Cidade no início da tarde desta terça-feira (4), na RBATV, Helder Barbalho (MDB) falou sobre as prioridades de seu segundo mandato.

"Primeiramente a gratidão, quero agradecer a todo povo do Pará por ter me dado o privilégio, a honra de servir a este estado, de continuar governador por mais quatro anos. E a responsabilidade de entender esta votação como um desafio de retribuir ao povo do meu estado com muito trabalho, fazendo um governo ainda melhor do que tivemos oportunidade de fazer até agora, podendo fazer um governo que consiga avançar em áreas que ainda precisam melhorar", declarou Helder, que apontou justamente a educação como uma dessas áreas.

Segundo Helder, um dos focos principais é dar uma atenção ainda maior à educação, além de continuar com a forte política de enfrentamento da criminalidade no estado. Ele disse que o Governo do Pará vai seguir no mesmo ritmo, dando atenção à infra-estrutura, ao social e preparando o estado para o crescimento.

LEIA TAMBÉM:

Dos 41 deputados eleitos, 34 são da base aliada do Governo

MDB domina bancada paraense na Câmara com nove deputados

"A educação, eu tenho dito, é um exemplo disso. Reduzir a evasão escolar, melhorar as estruturas das escolas, construir o ambiente de fidelização dos alunos com um processo pedagógico moderno, investir em escolas de tempo integral, além, claro, de novas construções de escolas que possam ampliar a oferta de ensino", detalhou.

O Governo do Estado também vai manter os investimentos na área de infra-estrutura, dando sequência à mais de 1.400 obras em andamento no território paraense. "Além disso, nós temos desafios. Entregar as obras que nós estamos fazendo. São mais de 1.400 obras que estão sendo feitas em todo o estado e estas obras precisam ficar prontas, pois o povo tem pressa. Por isso, tenho feito com que a equipe possa estar nesta sintonia da celeridade necessária", adiantou Helder.

Helder também chamou a atenção para a necessidade de manter e ampliar a qualidade dos serviços prestados pelo poder público, como nas áreas de segurança, serviço social e saúde. "Além disso (investimentos na infra-estrutura), queremos avançar cada vez mais nos serviços, garantindo mais segurança pública para a população poder viver em paz, com mais força do sistema de segurança, mas por outro lado também a estrategia das Usinas da Paz podendo chegar em todas as regiões do estado, e avançar no sistema de saúde, entregando os hospitais que estão sendo construídos", afirmou o governador, acrescentando que também pretende ampliar o número de policlínicas em todo o Estado.

"Nós temos 11 hospitais em construção neste momento. E, além dos hospitais, avançar com as policlínicas para fazer diagnóstico, atendimento clínico especializado também no interior. E, além das consultas, garantir que haja também o tratamento nas especialidades médicas próximo às regiões do estado. E, é claro, sempre com a disposição de fazer um governo ainda melhor do que o primeiro", ressaltou.

REFORMA DO SECRETARIADO

Perguntado sobre uma possível reforma do secretariado com vistas ao segundo mandato, Helder deixou claro que as escolhas de seus secretários sempre tiveram um caráter eminentemente técnico.

"Eu tenho pautado a minha equipe em escolhas técnicas, para que possamos garantir eficiência no governo. A escolha da minha vice-governadora foi exatamente quem coordenou o governo para que ela possa estar junto comigo, eu e Hannah, fazendo o melhor governo para este Estado. E continuarei desta maneira, buscando primar pelo conteúdo, pela qualidade, pelo compromisso de uma equipe que esteja voltada para ser eficiente para que a população que está me assistindo, para a população que foi às urnas, sejam as que votaram em mim, sejam aqueles que não votaram, possam ter um Estado melhor para se viver", afirmou.

SEGURANÇA PÚBLICA

Quanto à política de Segurança Pública para os próximos quatro anos, Helder disse que pretende intensificar as ações de combate à criminalidade que foram responséveis por uma grande redução nos indíces de violência no Pará durante seu primeiro mandato.

"Nós reduzimos em 48% os níveis de crimes violentos, letais e intensionais, mas ainda existe crime. Por isso, nó vamos investir cada vez mais como estratégia, primeiramente, fortalecendo o sistema de segurança. A nossa previsão é de que nós possamos, no segundo mandato, incrementar em mais 6 mil novos colaboradores do sistema de segurança, além da construção de mais de 40 novos quartéis de Polícia Militar, 10 delegacias da mulher, reforçar ainda mais as estruturas de veículos, armamento, coletes balísticos, valorização dos nossos servidores do sistema de segurança, trabalhar cada vez mais com tecnologia para ser um importante aliado contra crime, olhar para o enfrentamento nas áreas urbanas, mas também na redução dos crimes nas área rurais, nas áreas ribeirinhas.

USINAS DA PAZ

Helder Barbalho também falou sobre a intenção de ampliar o projeto Usinas da Paz, de modo a contribuir no combate à violência e à criminalidade, impedindo que muitos jovens sejam aliciados por criminosos nas periferias das cidades paraenses.

"Todas estas estratégias (na área de segurança pública) são fundamentais, mas eu tenho dito que o sistema de segurança precisa ter a sua força para combater o crime, mas nós precisamos enfrentar os efeitos, nós precisamos discutir e solucionar as causas. E, por isso, as Usinas da Paz, o processo de transformação social com cidadania, com equipamentos públicos multifuincionais, ofertando empreendedorismo, cultura, esporte, lazer, educação, saúde, cuidando desde da criança até o idoso nas comunidades periféricas, é absolutamente e isso tem dado certo."

"As usinas da paz já são um exemplo disso. Por essa razão, a nossa intenção é que possamos ampliar a cobertura das Usinas da Paz. Aqui em Belém, ainda este ano, nós estaremos entregando mais três Usinas da Paz, uma no Jurunas, outra na Terra Firme e outra no bairro do Guamá. Mas a intenção é que nós possamos levar este projeto, que já chegou em Parauapebas, em Canaã dos Carajás, em Ananindeua e em Marituba, para todas as regiões do estado e, com isto ter o combate à criminalidade, mas também a transformação social para a redução da violência e garantir paz para a população", completou o governador, destacando que as Usinas da Paz são consideradas, atualmente, o melhor equipamento público de cidadania do Brasil.

REELEIÇÃO HISTÓRICA

Sobre o fato de ter sido o primeiro governador da história do Pará a vencer no primeiro turno, e terminar as eleições 2022 como o governador mais votado, proporcionalmente, em todo o país, Helder Barbalho disse que se sente honrado pela confiança demonstrada pelo eleitorado paraense e, ao mesmo tempo, responsável por fazer um governo ainda melhor do que o que tem feito até o momento.

"É um misto de gratidão, de agradecimento eterno à toda população do meu Estado, mas por outro lado, também um olhar com muita serenidade, com muita responsabilidade e pé no chão, ciente de que a população me deu uma mensagem: 'olha, nós acreditamos que você pode fazer mais, que você pode fazer melhor e nós vamos confiar em ti. Nos devolva este sentimento com mais trabalho. Portanto, quanto mais se dá mais se cobra. Então, a população me deu a honra de poder ser o mais votado do Brasil, de pela primeira vez na história ser o govenador eleito já no primeiro turno, mas isso aumenta a minha responsabilidade e de todos os servidores públicos do estado, para que nós possamos fazer o melhor governo da história do Pará".

MENSAGEM FINAL E CÍRIO DE NAZARÉ

No final da entrevista, Helder Barbalho aproveitou para deixar ainda uma última mensagem ao povo paraense, prometendo ainda mais empenho na nova gestão estadual e desejando a todos um feliz Círio de Nazaré.

"Quero agradecer a todos e dizer a povo do Pará, sejam aqueles que votaram em mim ou aqueles que não votaram, de que eu serei um governador por inteiro, para trabalhar cada vez mais, me doar cada vez mais por este estado, para que nós possamos juntos fazer um Pará cada vez melhor. E aproveitar este momento do Círio de Nazaré pra desejar um feliz Círio a todos que estarão pelas ruas de Belém, voltando à procissão presencial e que todas as famílias deste estado possam se reunir, pedindo que Nossa Senhora de Nazaré nos abençoe e nos proteja", concluiu.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »