02/08/2022 às 10h52min - Atualizada em 02/08/2022 às 10h50min

Paraense conquista título nacional de campeonato de breaking

B-Boy Leony embarca para etapa mundial do Red Bull BC One em Nova Iorque, no dia 12 de novembro

Heitor silva - jornalinfoco.com
dol

Milhares de pessoas presenciaram a Final Nacional do Red Bull BC One, maior campeonato de Breaking do mundo, no último domingo (31).

O público presente no Streetopia, em São Paulo, assistiu de perto o B-Boy paraense Leony e a B-Girl brasiliense Maia se tornarem campeões nacionais do evento, depois de batalhas emocionantes, que foram transmitidas ao vivo e estão disponíveis no YouTube oficial do torneio.

Em novembro eles embarcam para os Estados Unidos para disputar o troféu global, a menos de dois anos da estreia da modalidade no maior evento multiesportivo do mundo.

“Conseguir levar essa vitória para Belém mais uma vez é muito importante, porque lá no Norte a gente é bem esquecido. Mas novamente, hoje, a gente provou que grandes talentos são de lá. Agora, rumo à Nova Iorque, me sinto muito feliz por poder conhecer o berço da arte que mudou a minha vida”, conta o vencedor.

Para chegar aos 32 finalistas que competiram na grande decisão nacional no final de semana, a competição contou com seletivas em Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Brasília (DF) e São Paulo (SP). Com grandes referências no júri, Andrezinho, Lilou e Sarah Bee, batalhas de alto nível e público vibrante, o B-Boy Leony se tornou o primeiro tetracampeão da competição, após superar o maranhense Allef, que ficou com a segunda colocação.

Já a B-Girl Maia, artista circense que desembarcou em São Paulo diretamente de Brasília, conquistou seu primeiro título nacional na competição após a batalha final ao lado de Mini Japa, integrante da Amazon Crew, da qual o campeão Leony também faz parte.

“Eu não vim pensando em ganhar, vim para dar o meu melhor, fazer o que eu gosto e ser feliz, porque pra mim o mais importante é ser feliz. O breaking é sobre autoconhecimento, é sobre resistência. É importante abrirmos esse espaço para B-Girls de todo o Brasil. Fico feliz sabendo que vou poder inspirar outras meninas”, conta a dançarina.

 Little Shao/ Red Bull Content Pool

Paralelamente às competições, o Red Bull BC One Camp proporcionou três dias de imersão no mundo do breaking por meio de workshops, apresentações, oficinas de danças e batalhas de exibição, como a inusitada ‘Batalha do Chinelo', em que os participantes dançam Breaking sem deixar o chinelo sair do pé, e a ‘Passinho Tá em Casa’, uma mistura inédita entre passinho e house.

Também ocorreu um duelo entre duas das mais renomadas crews do mundo, a Squadron Crew, diretamente do sul da Califórnia, e a brasileira Tsunami All Stars, além da participação de Martha Cooper, DJ Kapela, Sarah Bee, Lilou, Little Shao, Arthur Fiu e outros grandes nomes nacionais e internacionais da modalidade. O evento teve apoio do Spotify e Streetopia e foi transmitido ao vivo pelo Sportv.

FINAL MUNDIAL

O Red Bull BC One acontece em mais de 30 países além do Brasil e reúne os mais talentosos artistas do planeta, possibilitando ao público conhecer os principais nomes da modalidade. Em novembro, os dois vencedores da Cypher Brazil desembarcam em Nova Iorque para representar o país na Etapa Mundial da competição, onde disputarão a Last Chance Cypher, evento do qual participam todos os vencedores do mundo, antes de se classificarem para a grande decisão. A Final Mundial, no dia 12, funciona no formato mata-mata, no qual os participantes dançam em frente a um painel formado por cinco jurados e têm suas habilidades avaliadas. Vale tudo para impressionar: técnica, criatividade e simpatia. Quem for melhor em todos os requisitos e conquistar os juízes, vence.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »