02/08/2022 às 10h45min - Atualizada em 02/08/2022 às 10h43min

Clube do Remo vence o Ferroviário e volta ao G-8 da Série C

Leão Azul chega aos 25 pontos com gol salvador de Vanílson, após falha de goleiro, e agora ocupa a 8ª colocação; Na próxima rodada, azulinos irão encarar a Aparecidense, também no Baenão, em confronto direto por uma vaga

Heitor silva - jornalinfoco.com
dol

O Clube do Remo venceu o Ferroviário por 2 a 1, na noite desta segunda-feira (1), no Estádio Baenão, em Belém, em jogo válido pela 17ª rodada da Série C do Brasileiro. Com o resultado, o Leão Azul chega aos 25 pontos, sobe para a oitava colocação e volta para a zona de classificação à segunda fase. Marco Antônio e Vanílson marcaram os gols da vitória.

O Filho da Glória e do Triunfo não teve uma atuação brilhante. Esteve longe disso e jogou mal, mas conseguiu o resultado que dá maior tranquilidade para a equipe seguir trabalhando em busca de uma vaga no quadrangular. Agora, o Clube de Periçá volta suas atenções para o confronto direto contra a Aparecidense, no próximo domingo (7).

Veja como foi o Lance a Lance:

Primeiro Tempo:

O Remo começou buscando uma pressão inicial, mas errava nas conclusões das jogadas. O Ferroviário, por outro lado, estava bem fechado e dificultava para o Leão Azul, que encontrava muitas dificuldades no último terço do campo. O Ferrão fazia blocos médios e baixos, sempre esperando erros dos azulinos para tentar encaixar um contra-ataque.

O jogo caiu de intensidade após várias paralisações para atendimentos. Em uma delas, o meia Anderson Paraíba, que sentiu sozinho, teve que deixar o campo quando o cronômetro apontava 22 minutos, dando lugar para o volante Marco Antônio. No mesmo momento, o lateral-esquerdo Leonan recebeu uma bandagem no joelho direito.

O tempo foi passando e o jogo seguiu brigado e com pouca qualidade de ambas as equipes. Os jogadores do Remo mostravam nervosismo, o que resultava em diversos erros nas armações das jogadas. A torcida começou a chiar, aumentando a tensão no Baenão. Ficou um perde ganha danado, com muitos erros para ambos os lados. No apagar das luzes Dudu Silva perdeu um gol de cara com Zé Carlos.

Custou caro. Logo na sequência, o Remo conseguiu encaixar um ataque veloz e Marco Antônio balançou as redes após cruzamento de Bruno Alves, mudando totalmente o clima no Baenão e evitando maiores cobranças na ida para o intervalo. Com o resultado parcial, o Leão chegava aos 25 pontos e voltava à zona de classificação à segunda fase.

Segundo Tempo:

A partida voltou como foi em 95% do tempo na primeira etapa: com pouca qualidade e bem brigada nos lances. O Remo, com um resultado favorável, já não buscava sair tanto e descia suas linhas, o que fazia o Ferroviário se atirar mais para o ataque. Porém, os cearenses sentiam muita dificuldade nas conclusões das jogadas.

O confronto foi seguindo sem bons momentos, com lances feios e discussões entre os jogadores. Mas começou a melhorar. O goleiro Zé Carlos, aos 30 minutos, fez grande defesa após falha defensiva do Leão, que jogava recuado e esperava pelo adversário. Recuou tanto que levou gol aos 35 minutos, após erro na saída de bola. Ian foi quem igualou o marcador e silenciou o Baenão.

O Remo saiu com tudo para o ataque, mas esbarrava na falta de organização. O Ferrão recuou e também pagou caro. A arbitragem deu oito minutos de acréscimos e, aos 50, em bola na área, Uchôa desviou falta cobrada na área, bola subiu e estava fácil para Jonathan, que não segurou e viu Vanílson tocar para o fundo do gol, garantindo os três pontos.

Próximos jogos:

Na 18ª e penúltima rodada da Série C do Brasileiro, o Filho da Glória e do Triunfo terá mais um desafio em casa. Desta vez, os azulinos vão receber a Aparecidense, em um confronto direto por uma vaga. A partida está marcada para acontecer no domingo (7), a partir das 17h. No mesmo dia, o Ferroviário visita o Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira, às 20h, no Rio de Janeiro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »