08/07/2022 às 12h17min - Atualizada em 08/07/2022 às 12h17min

Começa disputa para substituir Boris Johnson: adversários exigem saída

Escolha do sucessor do premiê britânico está em andamento

Agência Brasil

Cerca de uma dezena de candidatos está de olho em substituir Boris Johnson, que renunciou ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido depois que o Partido Conservador se voltou contra ele. Opositores dizem que o querem fora de Downing Street, a residência oficial e sede do governo, imediatamente.

Nessa quinta-feira, Johnson afirmou que não será mais o líder conservador e primeiro-ministro britânico após renúncias de mais de 50 ministros do governo. Muitos parlamentares de seu próprio partido disseram que o querem fora do cargo.

A disputa para escolher o sucessor - processo que pode levar semanas ou até meses - está em andamento, com figuras importantes e alguns membros menos conhecidos do Parlamento se apresentando.

Enquanto isso, Johnson, derrubado por uma série de escândalos e pela perda de confiança em sua integridade, permanece no cargo, uma situação que os oponentes, e muitos em seu próprio partido, dizem ser insustentável.

"Acho que os parlamentares conservadores precisam se livrar dele hoje", disse Ed Davey, líder dos Liberais Democratas, à BBC TV. "É ridículo que seja o primeiro-ministro interino. Ele nunca se importou e cuidou de nada em sua vida."

Principal sigla da oposição, o Partido Trabalhista, também pediu que Johnson saia imediatamente, prometendo realizar um voto de confiança no Parlamento se ele não for deposto logo.

"(Johnson) permanece primeiro-ministro até que um novo seja encontrado, é assim que nosso sistema funciona", disse o secretário de Educação, James Cleverly, à Sky News.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »